Dunga reconhece que Brasil precisa ritmo; mas pode poupar Kaká

quinta-feira, 27 de maio de 2010 11:55 BRT
 

Por Pedro Fonseca

JOHANESBURGO (Reuters) - Sem jogar desde fevereiro e ainda sem ter realizado nenhum treino tático em quase uma semana de preparação, a seleção brasileira vai precisar recuperar ritmo de jogo, mas talvez tenha que poupar Kaká nos únicos dois jogos antes da Copa, disse o técnico Dunga nesta quinta-feira.

Horas após desembarcar na África do Sul, nesta quinta-feira, o treinador rompeu o silêncio que mantinha desde a apresentação da equipe, na semana passada, e reconheceu que o time precisa voltar a jogar junto logo para ganhar entrosamento.

Entretanto, mais uma vez os jogadores ficam longe da bola, e a programação do dia prevê apenas uma atividade na academia montada no hotel The Fairway, em Johanesburgo, onde a equipe ficará concentrada durante o Mundial.

Dunga, em seu primeiro contato com os jornalistas que vão acompanhar a seleção na Copa, alegou que o time precisa jogar junto ao defender os amistosos preparatórios que o Brasil fará contra Zimbábue e Tanzânia.

Os dois times africanos, que não figuram nem entre os 100 primeiros do ranking mundial, foram os únicos adversários que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) conseguiu agendar amistosos antes da Copa.

"Temos que colocar o time para jogar, até para gente fazer algumas correções. O ultimo jogo que a seleção fez foi há muito tempo e os jogadores em seus clubes jogam em funções diferentes, então é importante colocar esse time para jogar junto para conquistar de novo um entrosamento," afirmou o treinador.

A seleção brasileira fez apenas um jogo no ano, uma vitória por 2 x 0 sobre a Irlanda em fevereiro, e desde então ainda viu seu principal homem de criação, Kaká, sofrer uma sequência de lesões.

Além disso, o atacante Adriano, que foi titular contra os irlandeses, não está no grupo da Copa, e seu substituto, Grafite, jogou apenas parte do segundo tempo daquela partida com a seleção.   Continuação...

 
<p>O t&eacute;cnico Dunga fala a jornalistas em Johanesburgo, 27 de maio de 2010. Sem jogar desde fevereiro e ainda sem ter realizado nenhum treino t&aacute;tico em quase uma semana de prepara&ccedil;&atilde;o, a sele&ccedil;&atilde;o brasileira vai precisar recuperar ritmo de jogo, mas talvez tenha que poupar Kak&aacute; nos &uacute;nicos dois jogos antes da Copa, disse Dunga. REUTERS/Mike Hutchings</p>