Jabulani opõe Kaká a companheiros de seleção

domingo, 30 de maio de 2010 14:51 BRT
 

Por Pedro Fonseca

JOHANESBURGO (Reuters) - Estranha, ruim, sobrenatural e bola de supermercado foram algumas das críticas feitas por jogadores da seleção brasileira à bola que será utilizada na Copa do Mundo, mas, na opinião do meia Kaká, a Jabulani é ótima no contato do jogador com a bola.

Garoto-propaganda da Adidas, fabricante da bola do Mundial, Kaká fez elogios à Jabulani à época de seu lançamento, em dezembro do ano passado, e agora se vê envolvido numa polêmica com outros jogadores da seleção brasileira, que não pouparam críticas após realizarem os primeiros treinos com a bola que será usada na África do Sul.

Patrocinados pela Nike, rival da Adidas, o meia Júlio Baptista e, principalmente, o atacante Luís Fabiano se uniram neste domingo às críticas feitas inicialmente pelo goleiro Julio César, que disse que a bola da Copa "parece aquelas de supermercado".

"A bola é muito estranha, a trajetória que ela faz de repente sai de você. Acho que ela não gosta que alguém chute, é mais um adversário", disse a jornalistas Luís Fabiano, acrescentando que outros jogadores brasileiros compartilham da mesma opinião.

"Parece que tem alguém guiando, você vai chutar, cabecear, ela se mexe. É sobrenatural essa bola", brincou o jogador, que culpou a bola por erros cometidos pelos atacantes nos treinos de finalizações do time.

Segundo o preparador de goleiros da seleção, o ex-goleiro Wendell, o problema com a Jabulani é que a bola, por ser feita de couro sintético, é leve demais e muda de direção no ar quando chutada de longe.

Neste domingo, no primeiro treino coletivo do Brasil na preparação para a Copa, ficou clara a frustração dos jogadores com a bola após alguns lances. O lateral-direito Maicon, por exemplo, isolou dois chutes por cima do gol quando tinha uma boa posição para finalizar, enquanto Elano errou completamente uma tentativa de cruzamento.

Segundo Julio Baptista, "quando os laterais chegam no fundo e vão cruzar, metem a chamada rosca, e a bola vai pro lado contrário. Você chuta de longe e a bola faz três, quatro curvas", disse.   Continuação...