Pilotos da Red Bull culpam um ao outro após colisão

domingo, 30 de maio de 2010 16:34 BRT
 

ISTAMBUL (Reuters) - Os companheiros de equipe Mark Webber e Sebastian Vettel culparam um ao outro após a colisão no Grande Prêmio da Turquia neste domingo que acabou com as chances de a Red Bull fazer uma dobradinha no pódio.

Webber classificou a tarde como desastrosa e disse que não foi, de maneira nenhuma, responsável. "Se eu não estivesse lá, não teria havido contato, claro, mas estávamos lado a lado e não é a coisa mais simples prever o que ele faria naquele segundo", disse o australiano de 33 anos, que ainda lidera o campeonato.

Vettel também não pediu desculpas: "É muito óbvio se você vê a cena. Estávamos na corrida e eu tinha o lado interno. Eu estava concentrado em brecar, aí senti uma batida e a corrida terminou. Eu perdi controle do carro."

"Eu não fui impulsivo. Senti que estava um pouco mais rápido. É algo bobo de se fazer entre companheiros de equipe. Como colega de equipe, você deveria abrir espaço para o outro", acrescentou o piloto alemão de 22 anos.

Vettel tentou a ultrapassagem sobre Webber com 18 voltas para o final. A colisão atingiu o pneu direito traseiro do alemão que teve que abandonar a prova, Webber saiu da pista e perdeu a liderança. Ele terminou em terceiro.

A confusão não afetou apenas os pilotos. Com o resultado, a Red Bull perdeu a liderança para a McLaren por um único ponto na classificação de construtores. A dobradinha teria deixado a equipe 43 pontos na frente da competição.

.