Grã-Bretanha e África do Sul frustram viagem de hooligans à Copa

segunda-feira, 31 de maio de 2010 19:04 BRT
 

Por Sonia Oxley

LONDRES (Reuters) - As polícias da Grã-Bretanha e da África do Sul impediram que hooligans ingleses chegassem à Copa do Mundo, e cerca de 3.200 arruaceiros têm até terça-feira para entregar seus passaportes para que não tenham como viajar.

A 11 dias do início do torneio, técnicos e jogadores também têm um prazo a cumprir na terça-feira: é quando termina o prazo para a inscrição dos 23 jogadores de cada um das 32 seleções.

Fora do campo, o foco foi na segurança. O ministro sul-africano da Polícia, Nathi Mthethwa, disse que cerca de 12 hooligans (torcedores violentos) da Inglaterra foram interceptados quando tentavam chegar à África do Sul via Dubai.

"Há um mês alguns deles tentavam ir via Dubai para chegarem à África do Sul, e as forças do Reino Unido conseguiram fisgá-lo", disse o ministro a jornalistas.

As autoridades da África do Sul dizem que estão colaborando com a polícia britânica para evitar que hooligans perturbem a Copa.