Parreira deixa McCarthy fora da equipe que disputará Mundial

terça-feira, 1 de junho de 2010 11:07 BRT
 

Por Mark Gleeson

JOHANESBURGO (Reuters) - O maior artilheiro da história da seleção da África do Sul, Benni McCarthy, foi um dos cinco jogadores cortados da seleção preliminar da anfitriã da Copa do Mundo nesta terça-feira, quando o técnico Carlos Alberto Parreira confirmou seus 23 jogadores para o torneio a ser realizado entre os dias 11 de junho e 11 de julho.

A decisão de deixar McCarthy de fora foi uma grande surpresa, mas veio depois de críticas sobre o condicionamento físico do atacante. Parreira também tirou o defensor Bryce Moon e o goleiro Rowen Fernandez, mais dois cortes inesperados.

Parreira elogiou com os jogadores que foram cortados da equipe, e os agradeceu pelo seu comprometimento.

"Meu coração sangra por eles", disse ele em coletiva de imprensa em Johanesburgo.

"Levantem suas cabeças. A vida continua. Podemos levar apenas 23, mas muito obrigado por seus esforços, suas atitudes e seu compromisso. Uma equipe é quando alguém compartilha a mesma visão, independente de se você está jogando ou está no banco."

O corte de McCarthy efetivamente encerra uma turbulenta carreira internacional em que jogou 79 vezes pela seleção e marcou um recorde de 31 gols.

McCarthy jogou nas Copas do Mundo de 1998 e 2002 mas teve uma tempestuosa relação com a seleção, se aposentando duas vezes do futebol internacional quando ela entrava em conflito com sua carreira em clubes da Europa, fazendo dele uma figura polêmica na África do Sul.

Uma recente contusão no joelho fez com que McCarthy jogasse pouco por seu clube, o inglês West Ham, neste ano e ele foi criticado quando se apresentou à equipe preliminar da Copa do Mundo por estar acima do peso e fora de forma.

 
<p>Benni McCarthy antes de um jogo amistoso em Nelspruit, &Aacute;frica do Sul. O maior artilheiro da hist&oacute;ria da sele&ccedil;&atilde;o da &Aacute;frica do Sul foi um dos cinco jogadores cortados da sele&ccedil;&atilde;o preliminar da anfitri&atilde; da Copa do Mundo nesta ter&ccedil;a-feira, quando o t&eacute;cnico Carlos Alberto Parreira confirmou seus 23 jogadores para o torneio. 16/05/2010 REUTERS/Siphiwe Sibeko</p>