É errado duvidar do goleiro espanhol Casillas, diz Valdés

terça-feira, 1 de junho de 2010 12:16 BRT
 

SCHRUNS, Áustria (Reuters) - Victor Valdés assumiu a defesa do seu colega Iker Casillas após um erro do goleiro no amistoso da Espanha contra a Arábia Saudita ter criado um debate sobre quem deveria ser o titular a seleção durante a Copa do Mundo.

O técnico Vicente del Bosque está dividido entre Casillas, do Real Madrid, Pepe Reina, do Liverpool, e Valdés, do Barcelona.

Valdés nunca jogou pela seleção apesar de ter vencido o prêmio de goleiro menos vazado no Campeonato Espanhol em 2009 e 2010, o que gerou pedidos para testar o jogador em vez de Casillas e Reina.

"Iker tem um histórico impecável. Ele conquistou muita coisa e tenho certeza de que vai vencer ainda mais," disse Valdés em coletiva de imprensa. "Não acredito que algumas pessoas possam duvidar da sua capacidade."

Capitão da Espanha, Casillas, de 29 anos, foi o culpado pelo primeiro gol da Arábia Saudita no sábado, saindo mal durante um escanteio que acabou em gol de Osama Hawsawi.

O atual campeão da Eurocopa conseguiu recuperar-se para vencer o jogo em 3 x 2 na 103a partida de Casillas. Com isso, ele é o segundo jogador com mais participações pela equipe, atrás apenas do também goleiro Andoni Zubizarreta, com 126 jogos.

Valdés pode ter a chance de jogar pela primeira vez no amistoso contra a Coreia do Sul na próxima quinta-feira, já que Pedro e Javi Martinez, os outros dois que ainda não tinham jogado, estrearam contra a Arábia Saudita.

"O técnico ainda não decidiu a ordem dos goleiros, mas tenho claro que sou o terceiro," disse Valdes.

"Tenho sorte de ter dois colegas como Casillas e Reina para trabalhar junto e me ajudar a melhorar."

(Por Mark Elikington)

 
<p>O goleiro da sele&ccedil;&atilde;o espanhola, Victor Vald&eacute;s, faz uma defesa durante treino em Las Rozas, perto de Madri, 27 de maio de 2010. Vald&eacute;s assumiu a defesa do seu colega Iker Casillas ap&oacute;s um erro do goleiro no amistoso da Espanha contra a Ar&aacute;bia Saudita ter criado um debate sobre quem deveria ser o titular a sele&ccedil;&atilde;o durante a Copa do Mundo. REUTERS/Susana Vera</p>