Fifa põe 100 mil lugares extras na Copa, e prevê lotação de 97%

terça-feira, 1 de junho de 2010 16:37 BRT
 

Por Barry Moody

JOHANESBURGO (Reuters) - A Fifa disse na terça-feira que conseguiu criar 100 mil lugares adicionais para os jogos da Copa do Mundo, e previu que 97 por cento de um total de cerca de 3 milhões de ingressos serão vendidos.

O secretário-geral Jerome Valcke afirmou que uma revisão no plano de alocação dos ingressos abriu as novas vagas, e que a ocupação dos estádios pode ser ligeiramente superior à da Copa da Alemanha-06.

"Estamos cada vez mais próximos da melhor Copa do Mundo em termos de venda de ingressos, que foi a dos EUA-1994", disse ele a jornalistas. "É um resultado incrível que temos na África do Sul."

Em abril, os organizadores lançaram uma campanha para vender os 500 mil ingressos restantes, permitindo vendas em dinheiro nos postos específicos, em vez do sistema anterior, apenas pela Internet - algo que Valcke admitiu ter sido um erro num país em desenvolvimento.

A medida provocou uma corrida pelos ingressos, e finalmente despertou o país para o clima da Copa. No ano passado, a Fifa lamentou o ambiente apático a poucos meses da primeira Copa no continente africano.

Valcke criticou duramente a empresa Match, agente oficial da Fifa para a venda de ingressos, pela queda no sistema de informática quando o último lote de 90 mil lugares foi posto à venda.

O dirigente afirmou também que há preocupação com o trânsito na região do estádio Soccer City no dia da abertura, 11 de junho. Recentemente, houve grandes congestionamentos na área em dias de jogos de rúgbi e futebol.

Ele achou "incrível" como os sul-africanos chegam em cima da hora para os jogos, e lembrou que a presença de 50 comboios de chefes de Estado na abertura da Copa deve contribuir com os problemas.   Continuação...