Brasil deixa Zimbábue com dúvidas sobre Juan e Julio César

quarta-feira, 2 de junho de 2010 14:25 BRT
 

Por Pedro Fonseca

HARARE (Reuters) - No placar, vitória brasileira por 3 x 0 sobre o Zimbábue, mas o amistoso desta quarta-feira pode representar uma baixa para a equipe do técnico Dunga na preparação para a Copa do Mundo, uma vez que o goleiro Julio César deixou o campo lesionado e o zagueiro Juan foi poupado.

Julio César, que teve uma temporada desgastante com a campeã da Europa Inter de Milão, permaneceu em campo por apenas 25 minutos no Estádio Nacional de Harare. Após uma dividida com Benjani Mwarawari, ele sentiu uma lesão nas costas e precisou ser substituído por Gomes, após ser atendido no campo.

De acordo com o médico da seleção, José Luis Runco, o goleiro "travou as costas" na jogada e deixou o gramado por precaução, mas o jogador terá que ser reavaliado, a menos de duas semanas da estreia do Brasil no Mundial da África do Sul.

No caso de Juan, o zagueiro foi surpreendentemente vetado da partida por um problema físico desconhecido. O jogador da Roma vinha treinando normalmente com a equipe desde o início da preparação e não havia demonstrado qualquer sinal de contusão.

A preocupação com ele é maior, uma vez que o jogador passou por seguidos problemas de contusão nas últimas temporadas, incluindo uma lesão sofrida durante a Copa das Confederações do ano passado vencida pelo Brasil.

De acordo com o chefe de comunicação da seleção, Rodrigo Paiva, a situação dos jogadores não preocupa. No entanto, se eles não estiverem em forma para o Mundial a seleção terá um grande problema, uma vez que a força da defesa é uma das principais características do time.

"O Juan foi poupado porque sentiu um desconforto, nada demais, e o Julio saiu depois de uma dividida mais dura. Num amistoso não tem porque arriscar", afirmou Paiva após a partida.

Já o meia Kaká, que era dúvida para a o jogo pois ainda recupera a forma após uma lesão muscular na coxa esquerda, jogou apenas o primeiro tempo, com atuação discreta. Além dele, o técnico Dunga também trocou no intervalo o zagueiro Lúcio e o lateral Maicon, que assim como Julio César tiveram uma temporada com muitos jogos na Inter de Milão.

A seleção brasileira derrotou o Zimbábue por 3 x 0, gols de Michel Bastos, Robinho e Elano, num amistoso disputado em clima de festa diante de cerca de 60.000 pessoas na capital do Zimbábue.

O jogo foi o primeiro aquecimento para a Copa do Mundo da equipe, que enfrentará na próxima segunda-feira a Tanzânia. A estreia na Copa será no dia 15, contra a Coreia do Norte.

 
<p>Goleiro Julio C&eacute;sar caminha ap&oacute;s abandonar amistoso contra o Zimb&aacute;bue por uma les&atilde;o nas costas. REUTERS/Paulo Whitaker</p>