Julio César passa por tratamento e fica fora de treino

quinta-feira, 3 de junho de 2010 11:49 BRT
 

Por Pedro Fonseca

JOHANESBURGO (Reuters) - O goleiro Julio César não participou do treino da seleção brasileira desta quinta-feira para ser submetido a tratamento de fisioterapia, após ter deixado o campo ainda no primeiro tempo do amistoso contra o Zimbábue com dores nas costas.

O jogador precisou ser substituído aos 25 minutos da partida vencida por 3 x 0 pelo Brasil, na quarta-feira, após uma dividida com Benjani Muwariwari, e o médico da seleção, José Luis Runco, disse após o jogo que o goleiro tinha "travado as costas" e seria reavaliado.

O técnico Dunga minimizou a contusão do goleiro titular da seleção, e disse que ele estará recuperado dentro de dois a três dias. O treinador, no entanto, não disse até quando Julio César ficará sem treinar com o restante da equipe.

"Ele vai trabalhar hoje com o (fisioterapeuta Luiz) Rosan, fazer um trabalho mais localizado. É uma pancada, em dois ou três dias vai estar resolvido", disse Dunga em entrevista coletiva antes do treino da seleção.

Já o zagueiro Juan, que foi poupado do amistoso em Harare, participou normalmente da atividade da equipe, que foi realizada em um estádio de Soweto com ingressos de graça para o público --uma exigência da Fifa.

Segundo Dunga, Juan não jogou o primeiro amistoso do Brasil na preparação para a Copa porque sentiu dores musculares, uma conseqüência dos trabalhos físicos realizados pela seleção na preparação para o Mundial.

O treinador disse ainda que ficou satisfeito com a atuação de Kaká contra o Zimbábue. O meia, que recuperou-se recentemente de uma lesão muscular na coxa, jogou apenas os primeiros 45 minutos, tendo uma atuação discreta.

"O Kaká vem crescendo nos treinamentos, mas ele quer fazer as arrancadas que fazia na melhor forma, mas ainda não dá. Temos que primeiro dar a ele a dinâmica de jogo, porque a partir daí aos poucos ele vai se soltando. A tendência é ele melhorar com o tempo", afirmou o treinador.

Na sexta-feira, a seleção voltará a treinar em dois períodos na Randburg High School, e na próxima segunda-feira disputará seu último amistoso de aquecimento para a Copa do Mundo, contra a Tanzânia. A estreia no Mundial é no dia 15, contra a Coreia do Norte.

 
<p>O goleiro da sele&ccedil;&atilde;o brasileira Julio C&eacute;sar durante treino em Johanesburgo em maio. Julio C&eacute;sar n&atilde;o participou do treino da sele&ccedil;&atilde;o desta quinta-feira para ser submetido a tratamento de fisioterapia, ap&oacute;s ter deixado o campo ainda no primeiro tempo do amistoso contra o Zimb&aacute;bue com dores nas costas. 30/05/2010 REUTERS/Paulo Whitaker</p>