Mandela visita seleção da África do Sul antes da Copa do Mundo

sexta-feira, 4 de junho de 2010 14:30 BRT
 

JOHANESBURGO (Reuters) - Nelson Mandela visitou a seleção sul-africana na quinta-feira usando a camisa do capitão de número 4 para inspirar o time da casa na Copa do Mundo.

O ex-presidente do país, que completa 92 anos no próximo mês, está cada vez mais frágil e raramente faz aparições públicas. A sua importância, no entanto, é considerada como fator determinante para a África do Sul ter recebido a Copa. O presidente da Fifa, Joseph Blatter, disse, na quarta, que a presença dele na partida de abertura do torneio, no dia 11 de junho, será um dos pontos altos da competição.

A Fundação Mandela informou, em nota oficial, que ele foi conversar com o time e a comissão técnica da África do Sul em Johanesburgo. Os representantes de Mandela não confirmaram, contudo, que o vencedor do prêmio Nobel da paz - que gerou o final do apartheid no país em 1994 - vai participar da abertura da Copa do Mundo.

"A Fundação Nelson Mandela não divulga a agenda do senhor Mandela por questões de segurança", disse o porta-voz da organização Sello Hatang.

O ministro dos Esportes, Makhenkesi Stofile, concedeu entrevista ao jornal The Star e disse que Mandela gostaria de participar da abertura da Copa e que a sua equipe pediu ingressos. O partido da situação, ANC, também confirmou a presença de Mandela na primeira partida.

"A informação que temos do seu escritório é que ele estará no primeiro jogo e também na cerimônia de encerramento", disse o porta-voz do partido Jackson Mthembu. "Estamos felizes que Madiba (nome de Mandela dentro do clã) virá. A mágica de Madiba vai aumentar a empolgação."

Mandela ajudou a inspirar a seleção de rúgbi Springbok a vencer a Copa do Mundo em casa em 1995, e a imagem dele usando a camiseta do capitão Francois Pienaar ficou famosa. Mas os assistentes de Mandela ressaltaram que a participação dele em eventos é uma escolha pessoal e não será divulgada em público.

Alguns especialistas sugeriram que a sua condição de saúde pode afastá-lo da partida de abertura da Copa do Mundo. A África do Sul enfrenta o México no primeiro jogo do complicado Grupo A que inclui a França e o Uruguai.