6 de Junho de 2010 / às 20:01 / em 7 anos

Livre de lesões, Argentina está em boa forma,diz Demichelis

<p>Maximiliano Rodriguez (esq) e seus colegas da sele&ccedil;&atilde;o argentina Martin Demichelis e Ariel Garce (dir) durante treino da equipe em Pretoria. Livre de les&otilde;es, a Argentina est&aacute; em melhor forma do que a Nig&eacute;ria na v&eacute;spera do jogo de estreia pelo Grupo B no pr&oacute;ximo s&aacute;bado, afirmou o zagueiro central Martin Demichelis. 03/06/2010Enrique Marcarian</p>

Por Rex Gowar

PRETÓRIA (Reuters) - Livre de lesões, a Argentina está em melhor forma do que a Nigéria na véspera do jogo de estreia pelo Grupo B no próximo sábado, afirmou o zagueiro central Martin Demichelis.

"Estamos tendo uma sorte que outros times não têm tido", disse Demichelis em uma coletiva de imprensa na concentração argentina, no complexo de esportes da Universidade de Pretória.

"Não tivemos lesões e isso dá ao corpo técnico a confiança para exigir o máximo de nós", acrescentou ele depois de o time de Diego Maradona treinar diante de uma plateia de cerca de 3 mil torcedores argentinos e locais neste domingo.

"Estou confiante de que nos dias que restam conseguiremos chegar a uma ótima forma", disse ele da partida em Johanesburgo.

A preparação para o torneio que começa na próxima sexta-feira foi abalada por uma série de contusões em jogadores cruciais, incluindo o meio-campo nigeriano John Obi Mikel.

"Algumas seleções disputaram amistosos demais. Por sorte Diego optou em vir para cá e treinar tranquilamente", disse Demichelis.

Em uma referência à forma dos jogadores argentinos, ele disse: "Diego tem uma grande dor de cabeça escolhendo o time, enquanto a Nigéria tem dúvidas."

"Acho que eles podem ter alguns problemas para resolver em algumas posições e não irão à partida tão bem quanto nós."

A multidão admitida, que incluiu grupos de escolas locais, aprendeu cantos de torcedores argentinos enquanto esperava que o treino começasse. Em seguida, deu ao time e em especial a Lionel Messi e Maradona as mais calorosas boas vindas quando entraram no campo.

Demichelis disse que essa atenção a Maradona por parte dos fãs e da mídia, também em grande número, ajudou a liberar a pressão sobre a equipe.

"Obviamente, Diego deixa a situação mais relaxada.... (Sua fama) também é uma motivação e gostamos disso. Estamos muito felizes de tê-lo como treinador."

A esquadra estava completa no treino, já que o atacante Diego Milito se recuperou de uma torção no tornozelo na quinta-feira e o zagueiro Ariel Garce de um problema no joelho.

Maradona organizou um jogo de 40 minutos em um campo reduzido, e seus atacantes favoritos encararam uma maioria de defensores como deve acontecer no sábado da estreia.

Não houve muita novidade na escalação, com Messi, Carlos Tevez, Gonzalo Higuain e Milito todos do mesmo lado, dos quais Maradona deve escolher no máximo três.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below