África do Sul deporta 10 torcedores argentinos

segunda-feira, 7 de junho de 2010 09:51 BRT
 

JOHANESBURGO (Reuters) - A polícia sul-africana deportou na segunda-feira 10 supostos torcedores violentos da Argentina, que foram detidos no aeroporto de Johanesburgo a poucos dias do início da Copa, informou a embaixada argentina.

Segundo a mídia argentina, os 10 detidos, que faziam parte de um grupo de 80 torcedores que viajaram à África do Sul via Angola, tinham sido expulsos do país por seus antecedentes criminais.

"Estão sendo deportados", declarou o funcionário da embaixada argentina na África do Sul, Adrián Vernis.

"O governo da África do Sul tem o direito de deportar qualquer pessoa que considere perigosa para os outros", acrescentou.

A polícia sul-africana possui pouca experiência com incidentes violentos no futebol, que não são comuns nas partidas do país, e confia em informações fornecidas por serviços estrangeiros sobre possíveis torcedores problemáticos que pretendem chegar ao país para o torneio que acontece de 11 de junho a 11 de julho.

No mês passado, segundo autoridades sul-africanas, a polícia do país e a britânica frustraram uma tentativa de torcedores violentos ingleses de viajar à Copa do Mundo via Dubai.

Ao menos 3.200 torcedores problemáticos ingleses tiveram que entregar seus passaportes para evitar viagens ao exterior, segundo funcionário sul-africano.

(Por Ed Cropley)

 
<p>Maradona aplaude os torcedores em Pret&oacute;ria. A pol&iacute;cia sul-africana deportou na segunda-feira 10 supostos torcedores violentos da Argentina, que foram detidos no aeroporto de Johanesburgo a poucos dias do in&iacute;cio da Copa, informou a embaixada argentina.06/06/2010.REUTERS/Ivan Alvarado</p>