8 de Junho de 2010 / às 16:02 / 7 anos atrás

Kaká pronto para emergir das sombras

<p>Jogadores da sele&ccedil;&atilde;o brasileira Robinho (esq) e Kak&aacute; durante sess&atilde;o de treino em Johanesburgo. Kak&aacute; tem sido pouco citado pela imprensa internacional &agrave;s v&eacute;speras da Copa do Mundo, mas existem todos os motivos para acreditar que o jogador poderia finalmente brilhar no maior palco do mundo . 05/06/2010Paulo Whitaker</p>

Por Brian Homewood

JOHANNESBURGO (Reuters) - Kaká tem sido pouco citado pela imprensa internacional às vésperas da Copa do Mundo, com os holofotes na reta final para o Mundial focados em Lionel Messi, Wayne Rooney, Fernando Torres e David Villa.

No entanto, aguardando nos bastidores e sem sofrer muito o peso da expectativa, existem todos os motivos para acreditar que o jogador, que já foi o melhor jogador do mundo pela Fifa, poderia finalmente brilhar no maior palco do mundo.

Kaká sofreu de problemas de lesões durante uma decepcionante primeira temporada no Real Madrid, mas isso poderia facilmente estar a seu favor.

Depois de 33 participações pelo clube, Kaká provavelmente estará mais descansado do que seus rivais, muitos dos quais jogaram até 50 jogos nessa temporada.

Como se fosse para provar que está chegando ao auge no momento certo, Kaká marcou seu primeiro gol deste ano em partida internacional no amistoso de segunda-feira, numa vitória de 5 x 1 da seleção brasileira contra a Tanzânia. Foi o último jogo da seleção antes do campeonato na África do Sul.

Ele também produziu algumas de suas arrancadas características a partir do meio-campo, um pesadelo para os zagueiros.

"É importante para ganhar confiança", disse ele a jornalistas depois do jogo em Dar es Salaam.

""Me sinto bem, agora só falta me soltar um pouco mais."

O técnico Dunga disse que o jogador de 28 anos teve de ser segurado um pouco durante os treinos, pois seu entusiasmo era muito grande.

"Ele está melhorando aos poucos", disse Dunga. "Precisamos frear ele porque às vezes ele quer treinar de manhã, tarde e noite."

Kaká disputará sua terceira Copa do Mundo. Em 2002, ele jogou apenas uma vez como substituto. Quatro anos atrás, ele teve dificuldades junto com o resto da decepcionante seleção brasileira, e depois revelou que estava lesionado quando jogou nas quartas-de-final, quando o Brasil foi derrotado pela França.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below