Gomes aceita reserva e vê Julio César pronto para estreia

quarta-feira, 9 de junho de 2010 09:38 BRT
 

Por Pedro Fonseca

JOHANESBURGO (Reuters) - As duas boas atuações nos amistosos contra Zimbábue e Tanzânia deram a Gomes a confiança de que seria um substituto à altura para Julio César em caso de necessidade na Copa do Mundo, mas o reserva da seleção brasileira reconheceu, nesta quarta-feira, que voltará ao banco quando começar o Mundial da África do Sul.

O goleiro titular do Brasil foi liberado pelo departamento médico para voltar aos treinos normais com o restante da equipe, nesta quarta, após ter sofrido uma lesão nas costas no primeiro tempo do amistoso da semana passada contra o Zimbábue, vencido pela seleção brasileira por 3 x 0.

Após deixar o campo com apenas 25 minutos de jogo, dando lugar a Gomes, Julio César passou dois dias sem treinar e depois fez um trabalho específico, combinado com três sessões diárias de fisioterapia.

A contusão também deixou o goleiro de fora da vitória por 5 x 1 do Brasil sobre a Tanzânia, na segunda-feira, a primeira vez que a seleção brasileira jogou sem ele no gol em dois anos.

Apesar do período sem treino, Julio César estará totalmente em forma para a estreia do Brasil na Copa do Mundo, contra a Coreia do Norte, no dia 15 de junho, de acordo com Gomes.

"Pela experiência que o Julio tem e pelo o que ele tem jogado, (a falta de ritmo) não vai atrapalhar", afirmou Gomes a jornalistas em entrevista coletiva no hotel onde a seleção brasileira está concentrada em Johanesburgo. "Com certeza ele estará bem para a estreia."

"Mais do que nunca o Julio merece estar jogando uma Copa do Mundo. O Julio é o melhor goleiro do mundo na atualidade, pelo que tem feito e pelo que tem ganhado. Tem muito goleiro bom, mas que não ganha. Mas o Julio, além de ser bom, tem ganhado muita coisa", acrescentou Gomes, referindo-se aos títulos conquistados pelo goleiro na Inter de Milão nesta temporada.

Com a equipe italiana, Julio César levantou nesta temporada os troféus do Campeonato Italiano, da Copa da Itália e da Liga dos Campeões.   Continuação...

 
<p>O goleiro da sele&ccedil;&atilde;o brasileira Gomes participa de coletiva de imprensa em Johanesburgo. As duas boas atua&ccedil;&otilde;es contra Zimb&aacute;bue e Tanz&acirc;nia deram a Gomes a confian&ccedil;a de que seria um substituto &agrave; altura para Julio C&eacute;sar em caso de necessidade na Copa do Mundo, mas ele reconheceu que voltar&aacute; ao banco quando come&ccedil;ar o Mundial. 09/06/2010 REUTERS/Paulo Whitaker</p>