10 de Junho de 2010 / às 16:22 / em 7 anos

Cansaço "irreversível" pode prejudicar Messi na Copa

<p>Lionel Messi e Javier Mascherano (atr&aacute;s) disputam bola durante sess&atilde;o de treino da sele&ccedil;&atilde;o argentina em Pret&oacute;ria. A esperan&ccedil;a de Messi de ser coroado como o melhor jogador da Copa do Mundo pode ser destru&iacute;da por conta da exaust&atilde;o de uma temporada puxada na Europa, de acordo com o respons&aacute;vel pela forma f&iacute;sica da sele&ccedil;&atilde;o argentina. 03/06/2010 REUTERS/Enrique Marcarian</p>

Por Rex Gowar

PRETÓRIA (Reuters) - A esperança de Lionel Messi de ser coroado como o melhor jogador da Copa do Mundo pode ser destruída por conta da exaustão de uma temporada puxada na Europa, de acordo com o responsável pela forma física da seleção argentina.

“Ele chegou cansado para a Copa do Mundo, os danos já tinham acontecido e são irreversíveis”, disse o preparador físico da Argentina Fernando Signorini em entrevista ao site sport.es.

Signorini, preparador físico pessoal de Diego Maradona durante boa parte da sua carreira na Europa, disse que a responsabilidade é muito grande sobre um jogador que vai completar 23 anos daqui duas semanas.

“ se preocupam sobre doping, mas não estão preocupados se o atleta teve 70 partidas em um ano”, disse ele nesta semana após visitar um laboratório para testes antidoping na Universidade de Pretoria.

Torcedores e a imprensa viram pouco do jogador do Barcelona nas últimas quatro semanas, mas ele participou dos treinamentos da Argentina durante as duas semanas que a equipe está na África do Sul.

Ele ficou de fora da vitória de 5 x 0 no amistoso entre Argentina e Canadá por conta de uma pequena lesão no joelho, e a última partida de Messi no Campeonato Espanhol foi no dia 16 de maio. A última vez que ele jogou pela Argentina foi contra a Alemanha no dia 3 de março.

MILAGRE

Signorini disse que Messi estava fazendo nada mais do que o absolutamente necessário em matéria de preparação física para se recuperar a tempo da estreia da Argentina contra a Nigéria, pelo grupo B, em Johanesburgo no sábado.

Ele acrescentou: “Messi é quase um milagre da genética, pois ele é capaz de fazer em um único movimento seis ou sete .” “É parte do seu desafio pessoal ser um dos melhores da história e, com certeza, nesta Copa do Mundo ele vai estar melhor ao combinar o talento com experiência”, afirmou.

Daniel Arcucci, co-escritor da autobiografia de Maradona chamada “Yo, el Diego” (Eu, Diego), ecoou a opinião ao dizer: “(Messi) tem as qualidades para ser o melhor... mas isso pode acontecer em 2014, não agora.” “Seria uma injustiça julgá-lo negativamente se ele não conseguir ser o melhor neste ano”, disse à Reuters.

Messi está empolgado para o torneio. Segundo ele, “vencer a Copa do Mundo não pode ser comparado com nada”.

“Acho que estou na melhor forma da minha carreira e também estou na melhor seleção no geral”, disse. “Nós achamos que precisamos estar juntos e, o que sobra, é vencer a Copa do Mundo, algo que é obrigação na Argentina.”

Messi pediu, contudo, para não ser visto apenas como indivíduo. “Ninguém vence sozinho e eu não vou vencer a Copa do Mundo sozinho”, afirmou. “Eu não faço as coisas sozinho no Barcelona. Aqui é a mesma situação, nós temos que tirar o máximo dos melhores jogadores que temos”, completou.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below