Estão espancando um bebê? Não, é uma vuvuzela

sexta-feira, 11 de junho de 2010 09:22 BRT
 

JOHANESBURGO (Reuters) - Despertar com o que parecem ser gritos de um bebê sendo espancado é perturbador, e a sensação segue por vários minutos com os gritos se afastando e se aproximando. Mas depois de um lapso prolongado a verdade aparece: é simplesmente uma vuvuzela.

Johanesburgo amanheceu nesta sexta-feira com os estridentes sons das vuvuzelas e gritos dos torcedores que esperavam o início do Mundial, no qual os Bafana Bafana enfrentarão mais tarde o México no estádio Soccer City.

Desde de manhã, os torcedores caminhavam cobertos com a bandeira da África do Sul, com camisetas, perucas e vistosos chapéus, enquanto os motoristas dos carros soavam as buzinas. Centenas de pessoas se reuniam em centros instalados na cidade para ver os jogos dos telões.

Mas as vuvuzelas sempre surpreendem, e esta nova versão das cornetas que imitam gritos de um bebê em alto volume foi a que mais se destacou.

"Hoje é o grande dia", gritava o grupo de torcedores que se aproximava do estádio com capacidade para 90 mil pessoas.

A imprensa local também refletiu a emoção do país pelo evento, com manchetes como "Vencer", "Fazer história" e "Avante Bafana Bafana".

(Reportagem de Javier Leira)

 
<p>F&atilde;s sul-africanos soam as vuvuzelas antes do jogo de abertura da Copa do Mundo entre M&eacute;xico e &Aacute;frica do Sul. Johanesburgo amanheceu nesta sexta-feira com os estridentes sons das vuvuzelas e gritos dos torcedores. 11/06/2010 REUTERS/Henry Romero</p>