Holandeses dão cartão vermelho à vuvuzela

sexta-feira, 11 de junho de 2010 12:50 BRT
 

Por Theo Ruizenaar

JOHANESBURGO (Reuters) - As vuvuzelas sul-africanas, muito populares entre os torcedores da Copa do Mundo na África do Sul, não são mais bem-vindas durante as sessões de treino da Holanda, pois o barulho contínuo da trombeta abafa a voz do técnico Bert van Marwijk.

A Holanda fez uma sessão de treino aberta na quarta-feira, obrigatória pelas regras da Fifa, assistida por 3 mil torcedores, principalmente holandeses e sul-africanos, muitos tocando suas vuvuzelas de plástico.

"Foi irritante e eu não conseguia fazer com que me ouvissem", disse Van Marwijk em coletiva de imprensa na sexta-feira. "Desse jeito o treinamento é inútil se eu não puder falar com meus jogadores."

As vuvuzelas se tornaram assunto de ampla discussão desde que foram exibidas para o público mundial durante a Copa das Confederações do ano passado.

"Eu as ouvi pela primeira vez durante a Copa das Confederações, mas devo dizer que me acostumei com o som depois de um tempo", acrescentou Van Marwijk.

"Neste momento não sabemos se haverá mais sessões de treino abertas, mas se treinarmos com um público então (será) sem as trombetas."

A Holanda começa a disputa na Copa do Mundo no Grupo E nesta segunda-feira contra a Dinamarca no estádio Soccer City em Johanesburgo.

 
<p>T&eacute;cnico da sele&ccedil;&atilde;o holandesa, Bert van Marwijk, durante coletiva de imprensa em Johanesburgo. Marwijk baniu as vuvuzelas sul-africanas, muito populares entre os torcedores da Copa do Mundo na &Aacute;frica do Sul, durante as sess&otilde;es de treino da Holanda. 11/06/2010 REUTERS/Michael Kooren</p>