Não assistam a Copa no trabalho, diz ministro italiano

sexta-feira, 11 de junho de 2010 13:49 BRT
 

ROMA (Reuters) - Os servidores públicos da Itália, fanáticos por futebol, que quiserem assistir a seleção do país defender o título da Copa do Mundo devem sair de férias em vez assistir aos jogos no trabalho, disse o ministro de Serviços Civis, Renato Brunetta.

"O futebol é uma paixão, há muitas outras e elas devem ser respeitadas", disse Brunetta, que liderou uma cruzada pela eficiência e responsabilidade dos servidores públicos italianos, vistos como preguiçosos.

"Se alguém quer aproveitar a sua paixão, deve tirar férias. Trabalho é trabalho, diversão é diversão", disse ele nesta sexta-feira quando questionado se os funcionários públicos poderão assistir as partidas no trabalho.

(Reportagem de Silvia Aloisi)