Gelo foi quebrado para jogo contra Uruguai, diz Parreira

sexta-feira, 11 de junho de 2010 15:05 BRT
 

Por Tom Pilcher

JOHANESBURGO (Reuters) - Agora que todo o estresse de jogar uma partida de abertura de Copa do Mundo já passou, o técnico da seleção sul-africana, Carlos Alberto Parreira, acredita que sua equipe não terá mais medo no resto dos jogos do Grupo A.

"Acredito que o gelo já foi quebrado. O primeiro jogo sempre tem muita pressão para ambos os times", disse o brasileiro, agora em sua sexta Copa do Mundo, a jornalistas depois de um emocionante empate em 1 x 1 contra o México nesta sexta-feira, no estádio Soccer City.

"Os dois times tentaram vencer e eu acredito que no próximo jogo a equipe estará mais confiante", disse ele, referindo-se ao próximo jogo de sua seleção contra o Uruguai no dia 16 de junho em Pretória.

Depois, eles enfrentarão a França no dia 22 de junho em Bloemfontein.

"Eu acho que esse grupo é muito forte. O time que fizer quatro pontos irá se classificar. Sentimos que estamos nessa fase de grupos até o final", disse ele.

Se a seleção de Parreira estava nervosa durante o jogo eles certamente não demonstraram antes da hora, cantando e dançando em união, animando o ônibus que chegava à gigantesca arena que se assemelha a um caldeirão de barro.

"É uma forma de incentivo, liberar o estresse. Eles adoram cantar, como os jogadores de rugby da Nova Zelândia", disse Parreira, sorrindo como um pai orgulhoso.

 
<p>T&eacute;cnico da &Aacute;frica do Sul, Carlos Alberto Parreira, durante partida contra o M&eacute;xico, diz que sua equipe n&atilde;o ter&aacute; mais medo do resto dos jogos do Grupo A. REUTERS/Eddie Keogh</p>