Maradona pede "jogo limpo" a árbitros na Copa do Mundo

sexta-feira, 11 de junho de 2010 15:28 BRT
 

PRETÓRIA (Reuters) - Para ver as estrelas e desfrutar do bom futebol os árbitros devem fazer respeitar o jogo limpo nesta Copa do Mundo, disse na sexta-feira o técnico da seleção argentina, Diego Maradona, que passou para a história por marcar um gol de mão que ajudou a Argentina a conquistar o Mundial de 1986.

O autor da "Mão de Deus", um dos gols mais famosos da história das Copas, pareceu preocupado com a possibilidade de que os jogadores nigerianos usem as faltas no sábado para deter jogadores habilidosos, como Lionel Messi, alvo frequente de faltas duras.

"O que posso dizer aqui é que acabemos com o jogo duro. Que realmente seja 'fair play' (jogo limpo) e que os árbitros entendam o que é a palavra 'fair play'", pediu Maradona em entrevista coletiva no estádio Loftus Versfeld, na capital sul-africana.

"Temos que começar por isso, porque vamos ter melhor futebol, porque vamos ver as estrelas que queremos", acrescentou.

Maradona, considerado um dos maiores jogadores da história, lembrou que quando a Fifa introduziu o slogan "Fair Play", no Mundial da Itália em 1990, ele foi marcado de forma tão dura na partida contra Camarões que "quase me arrancaram a cabeça".

Maradona descreveu a seleção nigeriana como uma equipe "áspera e rude", que conta com jogadores atléticos e potentes, em contraposição com a qualidade e talento dos argentinos.

"Nós estamos preparados", acrescentou.

O técnico se recusou a anunciar a escalação que entrará em campo em Johanesburgo, onde a Argentina estreará no Grupo B do Mundial, também formado por Coreia do Sul e Grécia.

"Sabemos como jogam os nigerianos, mas os nigerianos não sabem como nós jogamos", explicou.   Continuação...

 
<p>T&eacute;cnico da Argentina Diego Maradona pediu "jogo limpo" aos &aacute;rbitros da Copa do Mundo, que come&ccedil;ou nesta sexta-feira. REUTERS/Enrique Marcarian</p>