June 12, 2010 / 12:29 PM / 7 years ago

Após atrito entre jogadores, Dunga fecha treino da seleção

3 Min, DE LEITURA

<p>Dunga e o auxiliar t&eacute;cnico Jorginho em treinamento em Johanesburgo. O t&eacute;cnico da sele&ccedil;&atilde;o brasileiras decidiu proibir a entrada da imprensa no treino da sele&ccedil;&atilde;o brasileira na tarde desde s&aacute;bado na &Aacute;frica do Sul, ap&oacute;s os jogadores Daniel Alves e Julio Baptista se desentenderem por uma jogada mais dura na atividade de sexta-feira.</p>

Por Pedro Fonseca

JOHANESBURGO (Reuters) - O técnico Dunga decidiu proibir a entrada da imprensa no treino da seleção brasileira na tarde desde sábado na África do Sul, após os jogadores Daniel Alves e Julio Baptista se desentenderem por uma jogada mais dura na atividade de sexta-feira.

O treino na Randburg High School constava na programação da seleção brasileira como aberto para a mídia, mas o anúncio de que a prática seria com os portões fechados foi feito pelo volante Felipe Melo ao final da entrevista coletiva que antecedeu o treinamento.

Um integrante da delegação brasileira, que pediu não ser identificado, disse que a decisão do treinador de fechar o treinamento pode ter ligação com a repercussão do desentendimento entre Daniel Alves e Julio Baptista na véspera.

No lance, Julio Baptista estava com a bola dominada e levou uma falta por trás do lateral. Os dois tiverem uma breve discussão após a jogada, e voltaram a conversar sobre o lance enquanto deixavam o treinamento.

Segundo a fonte, os jogadores e a comissão técnica consideraram um "exagero" da imprensa afirmar que os dois jogadores teriam se desentendido.

"Acredito que é por isso sim", disse a fonte, ao ser perguntada se a decisão do técnico Dunga de fechar o treino seria uma consequência do incidente entre os dois jogadores.

O volante Felipe Melo confirmou que os jogadores da seleção brasileira ficaram chateados com a repercussão na mídia do incidente entre Daniel Alves e Julio Baptista.

"Acho isso uma palhaçada. Dentro de um campo de futebol é normal ter uma entrada mais ríspida, no futebol acontece isso", disse ele a jornalistas. "Não existe problema nenhum aqui, a gente vive uma harmonia muito grande."

O lance entre os dois jogadores no treino de sexta-feira foi o segundo desentendimento num treino da seleção na preparação para a Copa do Mundo. Na primeira semana da equipe na África do Sul, Felipe Melo e Kaká também se estranharam em campo após uma dividida, na qual Robinho também estava envolvido.

Kaká e Felipe Melo inclusive se abraçaram ao final de um outro treino, virados para os fotógrafos, para colocar um ponto final na polêmica.

Esse será o segundo treino fechado da seleção brasileira em Johanesburgo. Na quinta-feira, o treinador comandou uma atividade fechada pela manhã também na Randburg High School, na qual, segundo os jogadores, a equipe treinou jogadas de bola parada, sem nenhuma mudança no time titular.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below