Paraguai não pode errar contra Itália, diz técnico

sábado, 12 de junho de 2010 11:49 BRT
 

PIETERMARITZBURGO, África do Sul (Reuters) - A seleção paraguaia de futebol não pode cometer erros em sua estreia na Copa do Mundo contra a Itália, já que um equívoco contra os italianos pode ser fatal, disse o técnico do Paraguai, Gerardo Martino.

Ele, no entanto, disse que adotará uma estratégia plenamente ofensiva contra os atuais campeões do mundo.

O Paraguai enfrentará a Itália na segunda-feira no estádio Green Point, na Cidade do Cabo, pelo Grupo F do torneio, também formado por Nova Zelândia e Eslováquia.

"Aqui não há o que propor. De nada serve especular, já que isto é um Mundial, não uma eliminatória", disse Martino em entrevista coletiva neste sábado.

"Agora, se o adversário nos obriga e nos deixa atrás, é outra questão. Além disso, temos que ter em conta que há adversários que te permitem cometer um erro. A Itália, justamente, não permite."

O Paraguai se classificou em terceiro lugar nas eliminatórias sul-americanas depois de liderá-la por várias rodadas.

"Continuo preocupado com o tema da bola parada com a Itália", disse o treinador, que afirmou ter a equipe definida, mas que sua escalação dependerá do time que a Itália colocar em campo.

Dependendo da formação italiana, Martino pode jogar com dois ou três atacantes. Lucas Barrios e Nelson Haedo Valdéz serão titulares. A mudança pode ser a entrada de Roque Santa Cruz no lugar do meio-campista Aureliano Torres.

Martino disse que já conversou sobre sua estratégia de jogo com os atletas e que comunicará sua escalação no último minuto "para que todos que entrarem estejam 100 por cento concentrados".

Nesta Copa do Mundo, o Paraguai buscará chegar pela primeira vez às quartas-de-final de um Mundial. Em 1998 e em 2002 a equipe foi eliminada nas oitavas-de-final e em 2006 caiu na primeira fase após um desempenho fraco.

(Reportagem de Federico Arias)