Copa do Mundo é muito cara para dois terços dos torcedores

sábado, 12 de junho de 2010 13:59 BRT
 

Por Opheera McDoom

JOHANESBURGO (Reuters) - Dois terços dos torcedores de 23 nações acreditam que a primeira Copa do Mundo no continente africano se tornou cara demais para que os fãs possam desfrutá-la, aponta uma pesquisa Reuters/Ipsos.

A anfitriã África do Sul deu início ao torneio de 2010 na sexta-feira com o empate em 1 x 1 com o México, que empatou a partida somente no segundo tempo, ferindo o coração dos torcedores que lotaram o estádio Soccer City e que esperavam que seu time azarão pudesse começar a Copa com uma vitória.

Mas muitos sul-africanos não podem pagar pelos ingressos para assistir ao seu time ao vivo no estádio, tendo de se contentar em ver os jogos nos telões espalhados pelos parques.

Numa enquete com mais de 12 mil fãs em 23 países, cerca de 65 por cento disse que os jogos são muito caros para o torcedor padrão. Uma pesquisa à parte com mais de 2.500 sul-africanos mostra que 78 por cento deles têm a mesma opinião.

A Fifa foi criticada pelo início da venda de ingressos ser feito apenas online, o que excluiu os sul-africanos pobres que não têm acesso à Internet.

A entidade que rege o futebol mundial então permitiu a introdução de pontos de venda a dinheiro, mas muitos torcedores não conseguiram encontrar ingressos para os três jogos da África do Sul, pois estes já haviam se esgotado.

"Sou sul-africano, mas não consegui comprar entradas para ver a seleção jogar", reclamou o torcedor Eli Motau.

Dos 23 países pesquisados, a maioria dos fãs em nações ricas, com Grã-Bretanha, Alemanha, França e Brasil liderando a lista, também disse que a Copa era muito cara.   Continuação...