June 13, 2010 / 1:46 PM / 7 years ago

Dunga fecha outra vez treino do Brasil antes da estreia

4 Min, DE LEITURA

<p>O volante da sele&ccedil;&atilde;o brasileira Ramires concede entrevista coletiva neste domingo.Paulo Whitaker</p>

Por Pedro Fonseca

JOHANESBURGO (Reuters) - O técnico Dunga decidiu fechar novamente o treinamento da seleção brasileira neste domingo, a terceira atividade da equipe com os portões fechados em quatro dias, com a justificativa de preparar o time para enfrentar a Coreia do Norte em sua estreia na Copa do Mundo, na terça-feira.

Os jogadores, que apoiam a decisão de Dunga, disseram que o técnico não fez nenhuma mudança no time principal nos outros treinos fechados da equipe, mas poderá utilizar a atividade deste domingo para acertar a equipe.

"Se o Dunga optou por portão fechado é porque ele quer fazer um esquema para a equipe. Isso é importante e temos que acatar. É a opção do Dunga e a gente não está aqui pra ir contra a decisão dele", afirmou o volante Ramires em entrevista coletiva.

O treinamento marcado para às 19h (14h em Brasília) na Randburg High School será o segundo consecutivo da seleção sem a presença de jornalistas, depois que Dunga também proibiu a entrada da mídia na atividade de sábado à tarde na mesma escola.

Os dois treinos fechados acontecem depois de um desentendimento entre Daniel Alves e Julio Baptista na atividade de sexta-feira, em consequência de uma dividida mais ríspida. Os jogadores e a comissão técnica brasileira reclamaram da repercussão do incidente na imprensa. Até então apenas um treinamento da seleção tinha sido fechado em três semanas de preparação para o Mundial.

Assim como na véspera, a decisão de fechar o treinamento deste domingo só foi comunicada à imprensa horas antes do início da atividade. Os próprios jogadores só souberam da notícia quando já estavam posicionados para conceder a entrevista que antecedeu a prática.

"Acabei de saber agora. Isso é uma decisão do Dunga e a gente tem que acatar. Se ele decidiu fazer isso, não vai ser a gente que vai ao contrário do professor. Independentemente de ser fechado ou aberto, vamos nos preparar da melhor forma para a nossa estreia na Copa", disse o lateral-direito Maicon.

O treino de domingo foi marcado para a noite com o objetivo de aclimatar os atletas para o jogo contra os norte-coreanos, que começará às 20h30 com temperatura mínima prevista de menos 2 graus Celsius.

A decisão de Dunga causou um certo desconforto com o chefe de comunicação da seleção brasileira, Rodrigo Paiva, que lamentou o fato de o técnico não implantar o planejamento de imprensa sugerido por ele para o Mundial da África do Sul.

"Antes da Copa começar nós apresentamos uma sugestão de trabalho, mas é o treinador que decide se vai usar ou não", disse Paiva a repórteres quando questionado sobre o treinamento fechado, lembrando que "em nove anos de seleção brasileira nunca tivemos treinos fechados antes".

Na segunda-feira a seleção brasileira fará um treinamento de reconhecimento do estádio Ellis Park, local do jogo de estreia, que obrigatoriamente terá de ser aberto à mídia por ao menos 15 minutos. Também está prevista uma entrevista coletiva de Dunga, marcada pela Fifa.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below