Sem Drogba, jovens ganham espaço na Costa do Marfim

domingo, 13 de junho de 2010 15:43 BRT
 

Por Mark Gleeson

JOHANESBURGO (Reuters) - A provável ausência de Didier Drogba da partida de estreia da Costa do Marfim pela Copa do Mundo contra Portugal na próxima terça vai abrir uma oportunidade de ouro para os jovens jogadores do país ganharem destaque, disse o zagueiro Kolo Toure.

Toure, que será o capitão da Costa do Marfim se Drogba não puder jogar, disse que jovens como Salomon Kalou e Seydou Doumbia têm a capacidade de suprir o vazio que fica com a ausência do atacante. O jogador falou ao site da federação local neste domingo.

Drogba, que quebrou o braço na semana passada no último amistoso contra o Japão, viajou com o time para a África do Sul acompanhado pelo cirurgião suíço que o operou oito dias atrás em Berne. O jogador, contudo, não treinou desde que o time chegou à sua sede em Vereeniging, cerca de 90 km ao sul de Johanesburgo, segundo a federação.

Os marfineses esperam que ele se recupere, mas não divulgaram nenhum boletim médico sobre o progresso da lesão, deixando dúvidas que só devem ser sanadas momentos antes da partida no estádio Nelson Mandela.

"A seleção da Costa do Marfim conta com jogadores de muita qualidade, mas futebol é um jogo coletivo", disse Toure, que também elogiou o trabalho do novo técnico Sven Goran Eriksson, que teve apenas três semanas para preparar o seu time para o torneio na África do Sul.

"Desde que ele assumiu o time, ele tem tentado construir um grupo e nós estamos no caminho certo", disse o zagueiro.

Entre as mudanças feitas por Eriksson está colocar o meio-campista Didier Zokora na defesa, uma estratégia que ele classificou como um sucesso no amistoso contra o Japão. O time marfinense venceu a partida por 2 x 0.

 
<p>O atacante da Costa do Marfim Didier Drogba quebrou o bra&ccedil;o na semana passada no &uacute;ltimo amistoso contra o Jap&atilde;o. 10/06/2010 REUTERS/Amr Abdallah Dalsh</p>