Dunga repete equipe titular em treino fechado

domingo, 13 de junho de 2010 15:59 BRT
 

Por Pedro Fonseca

JOHANESBURGO (Reuters) - O técnico Dunga repetiu neste domingo, no treinamento realizado com os portões fechados, a equipe que deve entrar em campo para enfrentar a Coreia do Norte na estreia do Brasil no Mundial da África do Sul.

Apesar de o treinador ter proibido a entrada da mídia pelo segundo dia seguido no treino da equipe, foi possível registrar imagens da atividade a partir de um morro distante cerca de um quilômetro da Randburg High School.

Após o aquecimento usual, Dunga comandou um treino coletivo, no qual escalou a equipe titular com a formação esperada para iniciar o Mundial: Julio César, Maicon, Lúcio, Juan e Michel Bastos; Felipe Melo, Gilberto Silva, Elano e Kaká; Robinho e Luís Fabiano.

Essa foi a mesma equipe definida pelo treinador nos outros coletivos realizados em Johanesburgo, quando os jornalistas puderem acompanhar as atividades. O time também foi o mesmo nos amistosos de preparação contra Zimbábue e Tanzânia, no começo do mês, à exceção do goleiro Julio César, que ficou de fora da segunda partida devido a uma lesão nas costas -- que segundo a comissão técnica já está curada.

O treino deste domingo, realizado à noite para aclimatar os jogadores ao horário do jogo de terça-feira contra a Coreia do Norte, às 20h30 (15h30 de Brasília), foi o terceiro sem a presença dos jornalistas em quatro dias.

No sábado o técnico já havia proibido a entrada da mídia na escola onde o Brasil faz seus treinamentos, um dia após os jogadores Daniel Alves e Júlio Baptista terem se desentendido por uma entrada mais dura num treino aberto aos jornalistas.

Os jogadores e a comissão técnica do Brasil reclamaram da repercussão que o caso teve na imprensa, com o volante Felipe Melo afirmando ser "uma palhaçada" o que a imprensa noticiou sobre o incidente.

De acordo com os próprios jogadores, Dunga também não realizou qualquer mudança no time nos treinos fechados anteriores, mas utilizou as atividades para acertar a equipe.

"Se o Dunga optou por portão fechado é porque ele quer fazer um esquema para a equipe. Isso é importante e temos que acatar. É a opção do Dunga e a gente não está aqui pra ir contra a decisão dele", afirmou o volante Ramires em entrevista coletiva neste domingo.

(Com reportagem de Paulo Whitaker)

 
<p>Apesar de o treinador ter proibido a entrada da m&iacute;dia pelo segundo dia seguido no treino da equipe, foi poss&iacute;vel registrar imagens da atividade a partir de um morro distante cerca de um quil&ocirc;metro da Randburg High School. 13/06/2010 REUTERS/Paulo Whitaker</p>