Jogadores reclamam de gramado sintético e da bola

domingo, 13 de junho de 2010 17:44 BRT
 

Por Opheera McDoom

POLOKWANE, África do Sul (Reuters) - O novo tipo de gramado sintético que está sendo utilizado pela primeira vez na Copa do Mundo foi criticado por jogadores no domingo, que afirmam que a grama cria quiques imprevisíveis e gera problemas para goleiros.

Tanto o lado vitorioso --a Eslovênia venceu por 1 x 0 a Argélia em Polokwane--, quanto os perdedores criticaram o gramado que contém uma mistura de grama e fibra sintética. O mesmo tipo de superfície será usado em partidas em Nelspruit.

O zagueiro Majid Bougherra disse que o gol da Eslovênia nunca teria acontecido em um campo com grama pura. A partida foi decidida quando um chute despretensioso de Robert Koren conseguiu passar pelos braços do goleiro da Argélia Faouzi Chaouchi.

"O gol marcado hoje - se fosse em um campo normal, ele nunca teria acontecido", disse. "No último quique, a bola foi rápida e mudou a trajetória que o goleiro tinha imaginado."

Os jogadores também reclamaram bastante da nova bola, Jabulani, que está sendo usada, dizendo que foi particularmente difícil controlar a bola em uma partida marcada por erros de passe.

"Para os jogadores é melhor quando se chuta, mas para os goleiros é horrível", disse Bougherra. "No ar, ela muda (de trajetória) de vez em quando, então é muito difícil."

Jogadores brasileiros e o argentino Lionel Messi também já reclamaram da bola.

O melhor em campo Koren disse que a falha do goleiro da Inglaterra Robert Green na partida contra os Estados Unidos pelo Grupo C no sábado - em grama tradicional - e o erro de Chaouchi podem ser responsabilizados pelo quique imprevisível da bola.

Green permitiu o gol de empate por 1 x 1 ao não conseguir controlar um chute de longa distancia. "É muito difícil para os goleiros, já que um pequeno erro e a bola já está na rede", disse. "Nós vimos ontem quando os EUA marcou contra a Inglaterra e vimos de novo quando marcamos - ajudou."

Outra sete partidas serão jogadas nos gramados que combinam a fibra sintética e grama natural, incluindo França contra México no dia 17 de junho e Grécia e Argentina no dia 22 de junho.