Em prantos, Cahill lamenta cartão vermelho contra Alemanha

segunda-feira, 14 de junho de 2010 10:43 BRT
 

DURBAN (Reuters) - O australiano Tim Cahill foi às lágrimas após ser expulso na derrota de 4 x 0 para a Alemanha na partida de estreia de sua seleção na Copa do Mundo no domingo, e disse que Bastian Schweinsteiger exagerou no lance.

Cahill de uma entrada no meio-campista alemão aos 11 minutos do segundo tempo do jogo do Grupo D, e assistiu incrédulo quando o árbitro mexicano Marco Rodríguez lhe mostrou o cartão vermelho.

"Foi um golpe arrasador para mim e minha carreira", disse ele aos repórteres, mal contendo as lágrimas. "Acho que merecia um cartão amarelo, a decisão do árbitro foi muito dura".

"Schweinsteiger fez um escândalo, por isso, e o juiz me deu cartão vermelho. Eu o entendo... O futebol é assim."

A Austrália perdia de 2 x 0 quando Cahill foi expulso, mas o meio-campista do Everton disse que a desvantagem numérica de sua equipe distorceu o placar final.

"Acho que a Alemanha merece todo o crédito", acrescentou. "Eles jogaram bem, nos dominaram durante o confronto e mereceram vencer. Mas o placar foi muito duro para nós."

Gana derrotou a Sérvia por 1 x 0 na outra partida do Grupo D do domingo.

(Por Tansa Musa)