Polícia assume proteção de estádios após greve de seguranças

segunda-feira, 14 de junho de 2010 16:34 BRT
 

CIDADE DO CABO (Reuters) - A polícia irá se ocupar da segurança dos estádios na Cidade do Cabo no jogo entre Itália e Paraguai nesta segunda-feira, depois que seguranças particulares se afastaram do trabalho por uma discussão a propósito do pagamento que causou embates violentos mais cedo.

Um comunicado do comitê organizador local disse que a polícia irá assumir a segurança dos estádios até segunda ordem tanto na Cidade do Cabo quanto em Durban, onde os seguranças trabalham para a mesma empresa, a Stallion Security Consortium.

A firma também se ocupa da segurança dentro dos estádios em várias outras cidades que sediam os jogos, que ainda não foram afetadas, informaram as autoridades.

O batalhão de choque disparou gás lacrimogêneo e balas de borracha em Durban na manhã desta segunda-feira para dispersar seguranças em passeata pela disputa salarial depois da vitória enfática da Alemanha sobre a Austrália.

"Embora respeitemos os direitos dos trabalhadores, achamos inaceitável que interrompam procedimentos em dias de jogos e não hesitaremos em agir nessas instâncias", disse Danny Jordaan, o principal organizador local, em comunicado.