Vitória de seleção anima novo governo japonês

terça-feira, 15 de junho de 2010 10:02 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - Quando o novo primeiro-ministro japonês comparou o governista Partido Democrata à desacreditada seleção de futebol do país na Copa do Mundo na semana passada, alguns ouvintes sacudiram a cabeça aparentemente considerando a analogia pouco feliz.

Na terça-feira, depois que os azarões japoneses superaram uma fase medíocre e derrotaram Camarões, sua primeira vitória na Copa do Mundo em solo estrangeiro, a comparação não soou tão absurda.

"Em termos de futebol, assim como o técnico Okada, o que eu devo fazer primeiro é reviver o Partido Democrata, que agora conduzo", disse Kan em uma coletiva de imprensa depois de ser empossado no lugar de Yukio Hatoyama, cuja falta de liderança aparente afundou os índices de votação.

O partido de Kan tem recuperado apoio desde que o ex-ativista de origem rural assumiu o comando, melhorando suas chances em uma eleição da câmara alta do parlamento programada para 11 de julho.

"Ao invés de ficar arrasados com as críticas ásperas, o técnico, os jogadores e os torcedores se uniram para buscar a vitória", afirmou o secretário-adjunto de gabinete Motohisa Furukawa em coletiva de imprensa.

"Este gabinete também quer se unir como um time, ouvir a voz do povo e obter resultados sólidos."

Os Samurais Azuis do técnico Takeshi Okada enfrentam a Holanda no final de semana, antes de sua partida final pelo Grupo E contra a Dinamarca no dia 24 de junho.

(Reportagem de Linda Sieg)

 
<p>Torcedora segura imita&ccedil;&atilde;o do trof&eacute;u da Copa do Mundo durante jogo entre Jap&atilde;o e Camar&otilde;es. Quando o novo primeiro-ministro japon&ecirc;s comparou o governista Partido Democrata &agrave; desacreditada sele&ccedil;&atilde;o de futebol do pa&iacute;s na semana passada, alguns ouvintes sacudiram a cabe&ccedil;a, mas a equipe surpreendeu ao derrotar o advers&aacute;rio na estreia. 14/06/2010 REUTERS/Jorge Silva</p>