June 15, 2010 / 10:47 PM / 7 years ago

Apesar de derrota, Coreia do Norte não sai abatida de estreia

3 Min, DE LEITURA

<p>Ji Yun-nam celebra &uacute;nico gol da derrota da Coreia do Norte por 2 x 1 ante o Brasil na estreia na Copa da &Aacute;frica do Sul.Kai Pfaffenbach</p>

Por Peter Rutherford

JOHANESBURGO (Reuters) - O final não foi como em um conto de fadas para a Coreia do Norte mas a equipe asiática pode ficar de cabeça erguida após ser derrotada por 2 x 1 pelo Brasil na estreia no Grupo G do Mundial, no estádio Ellis Park, em Johanesburgo, nesta terça-feira.

Enquanto o Brasil dominou a posse de bola e teve um desempenho claramente superior, a Coreia do Norte fez uma boa apresentação em sua primeira participação em Copas desde as quartas-de-final no Mundial da Inglaterra, há 44 anos.

Em uma performance que foi mais corajosa do que bonita, a Coreia do Norte impediu que a seleção pentacampeã marcasse gols no primeiro tempo antes de duas falhas da defesa terem contribuído com os gols brasileiros na segunda etapa. Uma impressionante jogada pouco antes do final deu um pouco de alegria aos asiáticos.

Embora o resultado tenha deixado a Coreia do Norte no último lugar do Grupo G, o meia An Yong-hak disse que seus companheiros de equipe não estavam chateados com a derrota.

"O ambiente no vestiário é bom, não estamos desapontados porque ainda temos esperança", disse ele à Reuters depois do jogo.

"Sabemos que fomos muito bem contra uma equipe forte como o Brasil e nós dissemos a nós mesmos 'vamos apenas manter (o ritmo) nos outros dois jogos".

"Portugal e Costa do Marfim serão adversários fortes, mas estaremos melhores contra eles."

Em um estádio dominado pelo verde e amarelo brasileiro, pequenos bolsões de torcedores vestidos de vermelho agitavam bandeiras e gritavam a cada ataque, escanteio e lateral da Coreia do Norte, em meio às dificuldades do ataque do Brasil na primeira etapa.

O gol norte-coreano no final deu ao rígido técnico Kim Jong-hun um raro sorriso.

"Como treinador, quando um dos meus jogadores faz um gol contra uma equipe tão forte como o Brasil, bem, é algo que me deixou muito feliz," disse o treinador em entrevista coletiva.

"Nosso objetivo principal era ganhar, mas eu estou feliz porque, independentemente do resultado, nós jogamos bem e marcamos um gol. Fiquei muito orgulhoso dos jogadores."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below