Portugal pede à Fifa para cancelar amarelo de Cristiano Ronaldo

quarta-feira, 16 de junho de 2010 16:38 BRT
 

Por Shrikesh Laxmidas

MAGALIESBURG (Reuters) - Portugal pediu à Fifa para cancelar o cartão amarelo recebido por Cristiano Ronaldo na partida contra a Costa do Marfim, dizendo que o atacante apenas se afastou depois de ter sido atingido e insultado.

Cristiano Ronaldo e o lateral-direito marfinense Guy Demel se chocaram em uma disputa de bola na partida de terça-feira pelo Grupo G da Copa do Mundo e foram advertidos com o cartão pelo árbitro uruguaio Jorge Larrionda.

"O jogador português foi travado e empurrado perto da área da Costa do Marfim. Quando levantou, foi cercado por seus adversários e em seguida empurrado e insultado", disse a Federação Portuguesa de Futebol em comunicado.

"Dados estes fatos, há uma disparidade nos cartões, uma vez que o jogador africano que cometeu a falta recebeu um cartão amarelo, e o jogador português que simplesmente tentou se afastar da situação recebeu a mesma punição", completou.

Imagens de televisão mostraram que Ronaldo também gritou com Demel e outros jogadores antes de receber o cartão.

De acordo com as regras da Fifa, um jogador sofre suspensão de uma partida depois que recebe o segundo cartão amarelo no torneio.

Portugal enfrenta a Coreia do Norte na segunda-feira e encara o Brasil quatro dias depois.

 
<p>Cristiano Ronaldo levou um cart&atilde;o amarelo do &aacute;rbitro uruguaio Jorge Larrionda ap&oacute;s se chocar com o lateral-direito marfinense Guy Demel. 15/06/2010 REUTERS/Denis Balibouse</p>