17 de Junho de 2010 / às 17:37 / 7 anos atrás

CURTAS-Jogo com Espanha seria final antecipada, diz Nilmar

<p>Nilmar participa de coletiva de imprensa em Johanesburgo. O poss&iacute;vel confronto entre Espanha e Brasil, ap&oacute;s a derrota dos atuais campe&otilde;es da Europa para a Sui&ccedil;a, foi descrito pelo atacante Nilmar como "uma final antecipada". 17/06/2010Paulo Whitaker</p>

Por Pedro Fonseca

JOHANESBURGO (Reuters) - A surpreendente derrota da Espanha para a Suíça em sua estreia no Mundial colocou os atuais campeões da Europa como eventuais adversários do Brasil nas oitavas-de-final, e o possível confronto foi descrito pelo atacante Nilmar como "uma final antecipada".

Se avançar em primeiro lugar no Grupo G, posição que ocupa atualmente, o Brasil pegará o segundo colocado do Grupo H, que conta com Espanha, Chile, Honduras e Suíça. Os espanhóis, que eram favoritos para avançar em primeiro, foram derrotas por 1 x 0 pela Suíça na quarta-feira.

Para o atacante Nilmar, que atua no clube espanhol Villarreal, a Espanha seria um adversário duríssimo para o Brasil mesmo com da derrota em sua primeira partida.

"Apesar da derrota, eles continuam como um dos favoritos. Eles erraram no momento que podiam errar. Se cruzarem com o Brasil será uma final antecipada, porque para mim a Espanha é uma das melhores seleções hoje do mundo", disse Nilmar.

RESERVAS GOLEAM THE BIRDS

Os jogadores reservas da seleção brasileira disputaram nesta quinta-feira um jogo-treino contra uma equipe amadora de uma cidade próxima a Johanesburgo, enquanto os titulares fizeram apenas um breve treino técnico em campo reduzido.

Contra o time sub-19 The Birds, da cidade de Vaal, a 100 quilômetros de Johanesburgo, os reservas golearam por 5 x 0 (gols de Ramires, Nilmar, Grafite e Júlio Baptista, dois), mas passaram os 25 primeiros minutos em branco. O goleiro Doni, que defendeu a equipe sul-africana, fez boas defesas que impediram um placar maior.

CAMPANHA DO AGASALHO

Com termômetros marcando 3 graus Celsius e sensação térmica de menos 2 graus devido ao vento gelado, as crianças que entraram em campo acompanhando a seleção brasileira no jogo com a Coreia do Norte reclamaram do frio, e ganharam abraços de jogadores como Julio César e Kaká para tentar esquentar.

Como a previsão é de mais frio durante a Copa do Mundo, a primeira realizada no inverno desde o Mundial de 1978 na Argentina, o atacante Robinho fez um apelo à Fifa para agasalhar melhor as crianças que entram em campo antes dos jogos.

"Podiam dar um pouco mais de casaco para os pequenininhos. Jogador de futebol tem um carinho com as crianças, e eles gostam muito da gente também. Vamos pedir só para darem um pouco mais de casaco para as crianças, pra elas não ficarem tremendo", disse Robinho.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below