Declínio da seleção inglesa intriga o técnico Capello

sexta-feira, 18 de junho de 2010 20:17 BRT
 

Por Mitch Phillips

CIDADE DO CABO (Reuters) - O técnico da Inglaterra, Fabio Capello, se disse intrigado com o desaparecimento da garra e da capacidade técnica do seu time, depois da péssima atuação no 0 x 0 de sexta-feira contra a Argélia, pelo Grupo C da Copa.

A Inglaterra se classificou em grande estilo para o torneio, mas só empatou as duas primeiras partidas na Copa, e agora precisa se reencontrar no terceiro jogo, contra a Eslovênia, a fim de evitar uma humilhante desclassificação na primeira rodada.

"Neste jogo, não vi o espírito do time (...), não foi fácil encontrar ritmo para ir à frente", disse o italiano numa concorrida entrevista coletiva. "Erramos muitos passes, quando chegávamos perto da área, a proximidade de chutar e fazer os passes para outros jogadores, errávamos tudo."

Isolado e frustrado no jogo inteiro, Wayne Rooney deixou o campo irritado. "É legal ver sua torcida te vaiando", disse ele a TVs. Capello, no entanto, poupou o atacante-estrela de críticas.

"Não quero falar sobre jogadores individuais - Rooney não jogou como Rooney, mas esse não é o problema. Este é o time que fez bons jogos nas eliminatórias, mas não é tão bom como time no momento. Não sei se é a pressão ou se não estamos num bom momento. Perdemos bolas demais, não é o mesmo time que eu conheço."

Infelizmente para a torcida inglesa - cujas vaias finalmente conseguiram abafar as vuvuzelas -, esse é o time que todos conhecem: se classifica bem, empolga o país, e aí fracassa.

Mesmo se vencer a Eslovênia, a Inglaterra corre o risco de ficar em segundo lugar no seu grupo, o que a colocaria no caminho de Alemanha e, se passar, Argentina.

"Temos de estar focados no próximo jogo. Temos uma grande chance depois do empate dos EUA, mas espero que a cabeça dos jogadores esteja livre e que possamos jogar como a Inglaterra que eu conheço."   Continuação...