Anelka é expulso da Copa do Mundo por insultar treinador

sábado, 19 de junho de 2010 16:18 BRT
 

Por Patrick Vignal

KNYSNA, África do Sul (Reuters) - O atacante Nicolas Anelka foi banido do elenco da França na Copa do Mundo no sábado por insultar o técnico Raymond Domenech e se recusar a pedir desculpas, afirmou a Federação Francesa de Futebol (FFF).

Anelka insultou Domenech de maneira ríspida no intervalo da derrota por 2 a 0 para o México na quinta-feira em Polokwane.

"Os comentários de Nicolas Anelka dirigidos ao técnico da seleção nacional, Raymond Domenech, foram totalmente inaceitáveis pela Federação Francesa de Futebol, pelo futebol francês e pelos valores que defende", disse a FFF em um comunicado.

O presidente da FFF, Jean-Pierre Escalettes, decidiu excluir o atacante após Anelka, que deixou a concentração da França em Knysna, Cabo Ocidental, no sábado, disse que não iria pedir desculpas, afirmou o comunicado.

Os insultos de Anelka dirigidos a Domenech vieram após o treinador ter criticado a atitude do jogador em campo contra o México, decidindo substituí-lo no segundo tempo.

O jogador reagiu dizendo algumas frases a Domenech, mas negou ter feito os comentários que lhe foram atribuídos pelo jornal francês L'Equipe.

"Eu tenho grande respeito pela França e por todos meus colegas, eu insisto nisto", disse Anelka segundo o site do jornal francês France Soir (www.francesoir.fr).

"Eu quero afirmar que as palavras publicadas pela imprensa não foram minhas palavras", acrescentou.   Continuação...

 
<p>Foto de arquivo do atacante franc&ecirc;s Nicolas Anelka durante partida contra a Irlanda pelas eliminat&oacute;rias da Copa do Mundo em 18 de novembro de 2009. Neste s&aacute;bado, 19 de junho de 2010, Anelka foi expulso da equipe francesa que disputa a Copa do Mundo ap&oacute;s relatos de que teria ofendido o t&eacute;cnico da equipe, Raymond Domenech. REUTERS/Benoit Tessier</p>