Fifa rejeita recurso contra cartão a Cristiano Ronaldo

sábado, 19 de junho de 2010 10:29 BRT
 

MAGALIESBURGO, África do Sul (Reuters) - A Fifa rejeitou um recurso que pedia o cancelamento do cartão amarelo que o atacante português Cristiano Ronaldo recebeu na partida contra a Costa do Marfim, disse um porta-voz da delegação portuguesa na Copa do Mundo neste sábado.

A decisão significa que Cristiano Ronaldo, jogador mais caro do mundo, ficará fora do jogo contra o Brasil, o último das duas seleções no Grupo G da Copa do Mundo, caso receba um novo cartão amarelo no jogo contra a Coreia do Norte na segunda-feira.

"Fomos informados pela Fifa que o recurso foi rejeitado. Eles disseram que não foi um erro de fato, que acontece, por exemplo, quando o jogador errado recebe o cartão, e que foi, no máximo, um erro na relação com as regras", disse o porta-voz a jornalistas.

"Nesses casos, o árbitro é soberano, assim a Fifa rejeitou o recurso."

Cristiano Ronaldo se desentendeu com o lateral-direito marfinense Guy Demel na partida em que as duas seleções empataram em 0 x 0. Os dois jogadores foram advertidos com o cartão amarelo.

A delegação portuguesa pediu a Fifa que o cartão dado a Cristiano Ronaldo fosse revogado, alegando que ele sofreu falta de Demel e depois foi cercado e insultado por vários jogadores marfinenses.

O meio-campista da seleção portuguesa Raul Meirelles criticou a decisão da Fifa. "Cristiano é um jogador importante para nós. Foi uma situação em que ele não fez absolutamente nada e recebeu o cartão amarelo, e este é o tipo de cartão amarelo que mais machuca", disse ele a jornalistas.

(Por Shrikesh Laxmidas)

 
<p>Cristiano Ronaldo reclama com &aacute;rbitro uruguaio Jorge Larrionda de cart&atilde;o amarelo que recebeu durante empate em 0 x 0 de Portugal com a Costa do Marfim, na ter&ccedil;a-feira, 15 de junho de 2010. Neste s&aacute;bado, 19 de junho de 2010, foi rejeitado um recurso da delega&ccedil;&atilde;o portuguesa na Copa do Mundo para cancelar o cart&atilde;o. REUTERS/Yves Herman</p>