19 de Junho de 2010 / às 13:45 / em 7 anos

Com chute de Sneijder, Holanda bate Japão e se aproxima da vaga

<p>Holand&ecirc;s Wesley Sneijder (com a camisa 10) comemora com companheiros de time o gol que deu a vit&oacute;ria por 1 x 0 sobre o Jap&atilde;o neste s&aacute;bado, pelo Grupo E da Copa do Mundo no est&aacute;dio Moses Mahbida em Durban. REUTERS/Paul Hanna</p>

Por Nick Mulvenney

DURBAN (Reuters) - Wesley Sneijder acertou o alvo e a Holanda bateu o Japão por 1 x 0 na partida pelo grupo E neste sábado para colocar a equipe a um passo da classificação para as oitavas-de-final da Copa do Mundo.

O chute de Sneijder, aos oito minutos do segundo tempo, enganou o goleiro japonês Eiji Kawashima que calculou mal a trajetória da bola e apenas a desviou para as redes.

Porém, o gol foi uma recompensa pelo melhor começo no segundo tempo de uma inexpressiva Holanda, que foi anulada pelo Japão no primeiro tempo.

“Todos podem ver que o Japão não tem um time ruim e então você tem que ser muito paciente”, disse o técnico holandês Bert van Marwijk. “Temos que fazer muito melhor, mas com seis (pontos) em dois (jogos) sem sofrer gol você não pode dizer que não está satisfeito.”

A Holanda, que sofreu para vencer a Dinamarca por 2 x 0 na estreia, lidera o grupo com seis pontos e se Camarões não vencer os dinamarqueses mais tarde neste sábado, os holandeses se tornarão o primeiro time a assegurar um lugar nas oitavas-de-final.

O Japão, que surpreendeu Camarões ao vencer por 1 x 0 na primeira partida, havia declarado sua intenção de frustrar seus oponentes. Também atacaram e tiveram chances, mas não conseguiram marcar.

“Durante o primeiro tempo nós não nos concentramos apenas na defesa”, disse o treinador japonês Takeshi Okada.

“Nós esperamos a Holanda, mas somente a defesa não é suficiente. Então eu disse aos nossos jogadores para serem corajosos e agressivos quando tivessem a bola.”

O primeiro tempo foi decepcionante para a Holanda, que falhou em explorar sua posse de bola e chutou apenas três vezes ao gol.

Os holandeses voltaram atacando após o intervalo e Robin van Persie ajeitou a bola para Sneijder na entrada da área e o meia chutou forte para marcar após a falha do goleiro.

“O que você precisa é de um pouco de sorte”, disse Sneijder. “Vencemos por 1 x 0, e eu pensei no final da partida que poderíamos ter vencido por 2 x 0 ou 3 x 0.”

O gol forçou o Japão a sair do seu esquema defensivo, mas faltou calma em frente ao gol.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below