Torres está pronto para levantar Espanha após derrota

sábado, 19 de junho de 2010 11:28 BRT
 

POTCHEFSTROOM, África do Sul (Reuters) - O atacante Fernando Torres recuperou a forma após a cirurgia no joelho e está pronto para jogar uma partida inteira pela Espanha para recolocá-la nos trilhos contra Honduras na segunda-feira.

O treinador Vicente del Bosque deixou Torres no banco na surpreendente derrota da última quarta-feira para a Suíça pela abertura do Grupo H, mas ele pareceu forte e faminto por gols depois que entrou em campo com cerca de trinta minutos por jogar.

"Eu venho treinando no mesmo ritmo que meus companheiros há duas semanas, deixando a lesão para trás para que eu possa estar disponível para o treinador", disse Torres em entrevista coletiva no centro de treinamento da Espanha em Potchefstroom.

"Estamos todos prontos para entrar no gramado e darmos tudo de nós, e se eu estiver no time titular ótimo, se não eu vou esperar pela minha chance."

Com Torres em forma, Del Bosque pode optar por escalá-lo formando dupla de ataque com David Villa contra Honduras, considerado o time mais fraco do grupo que também conta com o Chile.

Del Bosque foi criticado após a derrota para a Suíça, com seu antecessor Luis Aragonés, entre outros, sugerindo que a formação da Espanha no 4-5-1, com Villa como atacante isolado, era muito cautelosa.

Torres disse que seria errado para a Espanha, campeã europeia, mexer demais na fórmula que ajudou a equipe a vencer todas as 10 partidas das Eliminatórias e a colocou como favorita no torneio da África do Sul.

"É importante para nós permanecermos fiéis ao nosso estilo de jogar, não nos desesperarmos e mudarmos demais as coisas ao nosso redor e confiarmos no que nos tornou um dos favoritos", disse.

"A Espanha sempre quer ter a posse de bola e nós temos que explorar o talento dos jogadores que temos, além de qualquer esquema tático em particular", acrescentou. "O estilo deste time é marcado pelos meio-campistas, que são nosso coração e nossa alma."   Continuação...

 
<p>Atacante Fernando Torres, da sele&ccedil;&atilde;o espanhola, participa de entrevista coletiva neste s&aacute;bado em Potchefstroom, na &Aacute;frica do Sul. REUTERS/Marcelo del Pozo</p>