19 de Junho de 2010 / às 17:21 / em 7 anos

Mídia inglesa classifica desempenho da seleção de "inútil"

Por Martyn Herman

LONDRES (Reuters) - A mídia da Inglaterra lançou duros ataques à seleção de futebol do país neste sábado, classificando o desempenho no empate em 0 x 0 com a Argélia, que colocou em risco a classificação da equipe para a próxima fase, como “inútil” e “confusa”.

O tablóide The Sun, sempre provocador, publicou uma paródia do famoso discurso de Winston Churchill para a Segunda Guerra Mundial na última página.

“Nunca em um campo de Copa do Mundo o conflito foi pouco oferecido por tão poucos para tantos”, dizia o título acima de uma fotografia dos jogadores ingleses saindo do campo na Cidade do Cabo após o desempenho que arruinou as festas ao redor da Inglaterra na noite de sexta-feira.

“Roo-boo-zela chega ao ápice”, foi outro título se referindo às palavras do atacante Wayne Rooney para uma câmera na saída do gramado após uma de sua partidas mais ineficientes com a camisa da Inglaterra.

Rooney disse sarcasticamente: “É bom ver seus fãs locais vaiá-lo. Isso que é apoio leal”.

O atacante do Manchester United recebeu zero em simpatia, porém torcedores e mídia depositam nele as esperanças de a Inglaterra permanecer no torneio se vencer a líder do Grupo C, Eslovênia, na próxima quarta-feira.

“Rooney em fúria... seu time em estafa”, disse Matt Dickinson no The Times. “Não foi surpresa vocês serem vaiados, Rooney”, destacou o The Sun.

“Três Leões sem dentes vacilam em um empate chato... e ficam à beira de uma eliminação precoce”, disse o Daily Mail.

“Triste figura da Inglaterra no ponto sem retorno”, disse o The Times, que estampou na capa do caderno de esportes uma foto de página inteira do meio-campista Frank Lampard aparentemente roendo as unhas com a manchete: “Tenha medo. Tenha muito medo.”

A maioria das publicações e comentaristas de TV destacaram o fato de os jogadores da Inglaterra parecerem paralisados pela tensão e pressão durante os 90 minutos de tédio, incluindo o antigo treinador Graham Taylor, que sugeriu que tudo está errado na concentração.

“Eu honestamente sinto que tem algo errado na concentração, porque ninguém estava focado na partida. Algumas das expressões corporais sugerem que nada está bem”, disse Taylor, que trabalha para a BBC.

“Cape com medo”, clamou o The Sun ao lado de uma foto do técnico Fabio Capello.

As palavras escolhidas pelo The Guardian resumiram o sentimento da maioria das pessoas que viram a Inglaterra pela televisão. “Sem brilho, sem espírito, sem esperança”, disse. Já o Daily Express simplesmente exclamou “Inútil!” na sua última página.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below