Árabes torcem por Argélia na Copa e rezam por vitória sobre EUA

sábado, 19 de junho de 2010 14:51 BRT
 

JOHANNESBURGO (Reuters) - Árabes balançaram as bandeiras da Argélia no sábado após a seleção do país desafiar as expectativas e segurar um empate com a Inglaterra na Copa do Mundo, mantendo as esperanças do único time do norte da África de se classificar para a próxima fase.

A Argélia agora irá encarar os Estados Unidos no sábado em Pretória, um jogo que os árabes devem acompanhar atentamente, não apenas por causa do futebol, mas porque todos desejam uma vitória árabe sobre a superpotência.

Se a política ou a economia não faz, então o futebol irá fazê-lo.

"Nós queremos vitória sobre os Estados Unidos --se não podemos vencê-los política ou economicamente, nós ao menos podemos fazer isso no futebol", disse o comentarista esportivo líbio Mohamed Barakat.

Enquanto Washington está alinhada politicamente com os governos de muitos países do Oriente Médio, os árabes há muito tempo reclamam que a política dos Estados Unidos está por trás dos seus conflitos e problemas econômicos.

A invasão dos EUA ao Iraque gerou um sentimento anti-americano generalizado.

Grupos muçulmanos e pan-árabes apareceram na rede social Facebook pregando apoio à Argélia.

Bandeiras argelinas foram desfraldadas nas ruas da capital do Sudão, Cartum, local onde eles se classificaram para sua primeira Copa do Mundo em 24 anos.

Um jornal libanês disse que a Argélia "complicou" o time da Inglaterra na sexta-feira na Cidade do Cabo.   Continuação...