Rooney pede desculpas à torcida por explosão verbal após empate

sábado, 19 de junho de 2010 19:17 BRT
 

Por Andrew Cawthorne

JOHANESBURGO (Reuters) - O atacante da seleção inglesa Wayne Rooney pediu desculpas neste sábado por sua explosão verbal contra os torcedores que vaiavam a equipe após o empate em 0 x 0 contra a Argélia pela Copa do Mundo.

Vindo de uma temporada fantástica com o Manchester United, o jogador de 24 anos era a principal esperança de gols da Inglaterra, mas não conseguiu marcar nas duas partidas até aqui no Mundial, contra Estados Unidos e Argélia.

Rooney sequer chegou perto de balançar as redes contra os argelinos na sexta-feira e foi sarcástico para uma câmera de TV ao se referir aos torcedores que demonstravam irritação com o desempenho do time.

"É bom ver seus fãs locais vaiá-lo. Isso que é apoio leal", disse o jogador, aumentando ainda mais a fúria na Inglaterra com a seleção.

Após uma provável advertência do técnico linha-dura da seleção inglesa, o italiano Fabio Capello, o centro-avante moveu-se rapidamente para conter os danos causados por suas declarações.

"Sou tão apaixonado pela seleção inglesa quanto qualquer um. Na noite passada, como resultado disso, disse coisas no calor do momento que foram consequência da frustração tanto com nosso desempenho quanto com o resultado", disse Rooney em comunicado.

"De minha parte, peço desculpas por qualquer ofensa causada pelas minhas ações no final da partida."

Rooney fez um apelo para que os torcedores sigam apoiando a equipe na partida da semana que vem contra a Eslovênia, que a Inglaterra precisa vencer para garantir vaga nas oitavas-de-final na África do Sul.

"A coisa mais importante agora é reagrupar, ser positivo e trabalhar para vencer o jogo na quarta-feira", disse ele. "Para fazer isso, os jogadores vão precisar do apoio dos torcedores mais do que nunca."