Incidente com torcedor foi desproporcional, diz Beckham

sábado, 19 de junho de 2010 19:46 BRT
 

JOHANESBURGO (Reuters) - O torcedor que teve acesso aos vestiários da Inglaterra depois do empate em 0 x 0 com a Argélia não foi nem agressivo nem violento e o incidente cresceu em todas as proporções, disse David Beckham.

O torcedor burlou a segurança do estádio Green Point, na Cidade do Cabo, e foi aos vestiários com os jogadores e funcionários, mas de acordo com Beckham não houve insultos ou agressões após o fraco desempenho da equipe.

Beckham, falando em uma recepção organizada pelo príncipe William, presidente da federação inglesa de futebol, no sábado disse: "Aumentaram demais as coisas."

"O torcedor apenas caminhou casualmente, me disse algo e caminhou para fora."

"Não houve briga nem agressão alguma."

"Ele não comentou sobre o desempenho. Ele apenas entrou e disse 'olá'."

O príncipe William, que ao lado do seu irmão Harry, assistiu à partida pelo Grupo C antes de ir ao vestiário e sair pouco antes de o torcedor chegar, disse: "Harry e eu deixamos a porta aberta, foi nossa culpa."

Beckham, que não pôde jogar na Copa do Mundo por conta de uma lesão sofrida antes de começar o torneio, está envolvido com o elenco da Inglaterra em parte como mentor dos jogadores e em parte como embaixador do país na candidatura para sediar a Copa do Mundo em 2018.

Ele disse que seus colegas da Inglaterra ainda podem se recuperar do pobre início no torneio e avançar às fases eliminatórias.   Continuação...