"Não nos culpem por erros", dizem beldades em jogo do Brasil

domingo, 20 de junho de 2010 14:15 BRT
 

Por Bate Felix e Opheera McDoom

JOHANESBURGO (Reuters) - Os jogadores do Brasil e da Costa do Marfim terão que manter os olhos na bola, e não nas 31 beldades que estarão no estádio Soccer City neste domingo, para evitar a repetição de uma polêmica na derrota da Espanha na semana passada.

A mídia britânica insinuou que a presença da repórter e namorada do goleiro espanhol Iker Casillas perto do gol o distraiu, permitindo à Suíça marcar o gol da vitória na primeira grande zebra da Copa do Mundo.

Mas as beldades representando todas as seleções no torneio - com exceção da reclusa Coreia do Norte - disseram que as esposas e namoradas deveriam estar nas partidas para apoiar os jogadores, acrescentando que oferecem motivação, e não distração.

"Não nos culpem - não acho que ela foi a principal causa da derrota", disse a miss Honduras Blaise Massey em referência à jornalista espanhola Sara Carbonero.

A miss Suíça Bianca Sissing declarou: "Ter uma namorada (lá) pode até ser motivador."

A Coreia do Norte não realizou um concurso de miss para competir no Miss Copa do Mundo 2010, mas a miss Coreia do Sul Yun Seo-choi disse estar apoiando sua seleção.

"Eles lutaram muito, eu torço por eles também", disse ela. "Até certo ponto é meio triste que não possamos jogar como um único time - um dia espero que possamos, mas no momento estou orgulhosa deles."

 
<p>A Miss It&aacute;lia 2009, Alice Taticchi, e a Miss Alemanha 2009, Stefanie Peeck (&agrave; direita) no &ocirc;nibus partindo para a partida do Brasil contra a Costa do Marfim, 20 de junho de 2010. Os jogadores do Brasil e da Costa do Marfim ter&atilde;o que manter os olhos na bola, e n&atilde;o nas 31 beldades que estar&atilde;o no est&aacute;dio Soccer City neste domingo, para evitar a repeti&ccedil;&atilde;o de uma pol&ecirc;mica na derrota da Espanha na semana passada. REUTERS/Radu Sigheti</p>