Em jogo com lances de "maldade", três brasileiros saem com dores

segunda-feira, 21 de junho de 2010 09:21 BRT
 

Por Pedro Fonseca

JOHANESBURGO (Reuters) - Num jogo de 40 faltas, muitas entradas duras, discussões de jogadores e a expulsão do meia Kaká, três jogadores da seleção brasileira deixaram o campo sentindo dores após a vitória por 3 x 1 sobre a Costa do Marfim neste domingo e serão reavaliados.

O caso principal é o do meia Elano, que foi substituído por Daniel Alves após levar uma pancada no tornozelo direito que o impossibilitou de colocar o pé no chão ao deixar o campo.

Os outros dois jogadores são Maicon e Robinho, ambos com dores musculares na coxa esquerda. De acordo com o médico da seleção brasileira, José Luis Runco, nenhum caso é grave, mas Elano pode ser submetido a exame de imagem após uma reavaliação clínica na segunda-feira.

"Foi coisa de jogo, não me parece nada grave", disse Runco a jornalistas depois da partida. Sobre Elano, ele acrescentou: "A princípio não vejo problema para o jogo de sexta-feira (contra Portugal). Amanhã eu faço a revisão e se for necessário a gente faz algum exame."

O próprio Elano, que saiu de campo carregado para dar lugar a Daniel Alves pouco após ter marcado o terceiro gol da vitória brasileira -- seu segundo no Mundial -- tratou de minimizar a contusão, que inicialmente pareceu grave.

"Na hora foi mais preocupante pela pancada, mas agora estou conseguindo caminhar", disse o jogador, que prometeu estar recuperado para enfrentar os portugueses no último jogo do Brasil no Grupo G.

A partida contra a Costa do Marfim, que garantiu ao Brasil a classificação antecipada para as oitavas-de-final da Copa do Mundo, teve clima quente no final, com faltas duras e lances fora de jogo.

O meia Kaká acabou levando a pior, sendo expulso por dois cartões amarelos recebidos em três minutos quase no fim do jogo após desentendimentos seguidos com Keita. O jogador brasileiro, que decidiu não comentar sua expulsão, reclamou da violência não coibida pelo árbitro francês Stephane Lannoy.

"Na maior parte do jogo foram lances duros normais de jogo, mas no final tiveram dois ou três lances de maldade", disse o brasileiro.

 
<p>Elano (centro) da sele&ccedil;&atilde;o brasileira recebe assist&ecirc;ncia depois de ser lesionado durante jogo contra a Costa do Marfim, pelo Grupo G da Copa do Mundo. No jogo de 40 faltas, tr&ecirc;s jogadores da sele&ccedil;&atilde;o deixaram o campo sentindo dores ap&oacute;s a vit&oacute;ria por 3 x 1 e ser&atilde;o reavaliados. 20/06/2010 REUTERS/Kim Kyung-Hoon</p>