Jornais franceses chamam jogadores de tolos amotinados

segunda-feira, 21 de junho de 2010 10:53 BRT
 

Por Crispian Balmer e Sophie Taylor

PARIS (Reuters) - A imprensa francesa destilou escárnio e ridicularizou a seleção nacional nesta segunda-feira, após os jogadores boicotarem um treinamento na África do Sul em protesto contra a expulsão do atacante Nicolas Anelka do grupo.

Em um raro caso de unanimidade, jornais nacionais e regionais se alinharam no ataque aos jogadores, ao treinador Raymond Domenech e à Federação Francesa de Futebol por uma crise que - todos concordam - trouxe vergonha para o esporte e para a nação.

Acompanhe algumas das reações:

L'EQUIPE

"Uma rebelião? Não, um capricho. Uma greve? Não, covardia. Não se engane. A aparente solidariedade republicana mostrada pelos jogadores ontem é uma ilusão.

"Eles (a federação de futebol) criaram uma farsa; é apenas espuma, uma bomba de fedor que não para de explodir."

"Patrice Evra mostrou definitivamente que subverteu a função de capitão para se transformar em um líder de uma gangue."

"Raymond Domenech, por ter participado dessa farsa e ter lido a declaração dos jogadores, perdeu a sua última oportunidade de mostrar algum estilo e coragem."   Continuação...