Reservas do Brasil saem atrás de sub-19 local, mas ganham de 7x1

segunda-feira, 21 de junho de 2010 15:39 BRT
 

JOHANESBURGO (Reuters) - Com ao menos um jogador que será titular na partida de sexta-feira contra Portugal, a equipe reserva da seleção brasileira passou sufoco por meia hora num jogo-treino contra um time sub-19 da África do Sul, nesta segunda-feira, até marcar seu primeiro gol e emplacar uma goleada.

Como sempre acontece depois das partidas, apenas os jogadores que não iniciaram a vitória de 3 x 1 sobre a Costa do Marfim foram a campo treinar, enquanto os titulares ficaram no hotel para serem submetidos a um trabalho de recuperação muscular.

Contra a equipe sub-19 The Birds, que já havia sido goleada pela seleção brasileira depois da vitória por 2 x 1 sobre a Coreia do Norte, o Brasil incrivelmente saiu atrás no marcador, quando Doni levou um gol de contra-ataque, aos 20 minutos.

Com o brasileiro Gomes como goleiro do time da cidade de Vaal, a 100 quilômetros de Johanesburgo, a equipe do Brasil teve dificuldades para chegar ao empate, só conseguindo igualar o marcador pouco depois dos 30 minutos, com Grafite, graças a uma falha do zagueiro sul-africano.

Depois, uma chuva de gols brasileiros até o fim do jogo-treino, que teve uma hora de duração: Grafite, de novo, Júlio Baptista, Kléberson, Daniel Alves, Ramires e um gol contra fecharam a goleada.

No jogo treino, o técnico Dunga colocou Júlio Baptista como jogador mais avançado do meio-campo, atuando na mesma função de Kaká, que está suspenso para a partida com Portugal após a expulsão diante dos marfinenses.

Além de Júlio Baptista, outras opções para substituir Kaká são Nilmar, Ramires e Daniel Alves, esse último o melhor atleta do jogo-treino.

(Por Pedro Fonseca)

 
<p>Julio Baptista participa de treino da sele&ccedil;&atilde;o em Johanesburgo, um dia ap&oacute;s a vit&oacute;ria sobre a Costa do Marfim. REUTERS/Paulo Whitaker</p>