Faltou ao México querer ganhar de verdade, diz técnico Aguirre

terça-feira, 22 de junho de 2010 15:30 BRT
 

RUSTEMBURGO, África do Sul (Reuters) - A seleção mexicana não teve a atitude necessária para se impor desde o início da partida contra o Uruguai e as dúvidas que mostrou aumentaram durante o confronto, o que complicou o desenrolar do jogo, disse o técnico Javier Aguirre.

O Uruguai derrotou o México por 1 x 0 nesta terça-feira e se classificou às oitavas-de-final do Mundial como líder do Grupo A, com o México em segundo pela diferença de gols com a África do Sul.

Os uruguaios se impuseram com um gol de Luis Suárez aos 43 minutos do primeiro tempo e encerraram sua participação na fase de grupos com sete pontos após duas vitórias em um empate.

"No início nos faltou querer ganhar a partida de verdade, não só dizê-lo. Faltou entender que o Uruguai dominou a bola desde o começo. As duas primeiras ações reafirmam o estado de espírito e nessas ações perdemos o controle, nos meteu um pouquinho de medo", disse Aguirre em coletiva de imprensa.

"O Uruguai tinha a vantagem de que o empate lhes favorecia e aproveitou", destacou.

O México passou de fase graças à diferença de gols favorável sobre a África do Sul depois que as duas equipes terminaram com quatro pontos na fase de grupos.

"O gol nos desanimou de novo. No segundo tempo eles se fecharam mais, buscando aproveitar nossos erros", ressaltou.

(Reportagem de Javier Leira)