Argentina bate a Grécia e vai enfrentar o México

terça-feira, 22 de junho de 2010 17:59 BRT
 

Por Rex Gowar

POLOKWANE, África do Sul (Reuters) - A seleção argentina venceu seu terceiro jogo na Copa do Mundo, ao fazer 2 x 0 na Grécia nesta terça-feira, e avançou para as oitavas de final como líder do Grupo B. Seu próximo adversário será o México.

O confronto da próxima fase será uma repetição do Mundial de 2006, quando os argentinos eliminaram os mexicanos na prorrogação por 2 x 1 numa das melhores partidas daquele torneio.

A Argentina dominou o jogo, mas os gols foram marcados somente no segundo tempo. Aos 32 minutos, o defensor Martín Demichelis aproveitou cobrança de escanteio para abrir o placar. Ele cabeceou em cima de Diego Milito e a bola voltou para o próprio Demichelis chutar forte.

Aos 44, Martín Palermo fez o segundo depois de rebote do goleiro Alexandros Tzorvas em chute de Lionel Messi, que foi capitão da Argentina pela primeira vez.

Messi, que tornou-se o mais jovem a carregar a faixa de capitão da Argentina num Mundial dois dias antes de seu 23o aniversário, teve ainda outra boa oportunidade, mas ainda não conseguiu marcar nessa Copa.

O astro argentino foi marcado de perto por Socratis Papastathopoulos e teve poucas chances de mostrar sua habilidade.

Mas o goleiro grego teve uma noite agitada. Ele defendeu duas tentativas de Sergio Aguero no primeiro tempo e também conseguiu interceptar um chute do meia Mario Bolatti no segundo.

Para a partida contra os gregos, o técnico Diego Maradona fez sete alterações no time titular, incluindo o ataque, que foi formado por Aguero e Milito, que substituíram Carlos Tevez e Gonzalo Higuaín.

O meia Verón, poupado na goleada sobre a Coreia do Sul, foi escalado no meio-campo enquanto Javier Mascherano, o capitão do time, ficou de fora.

Numa das poucas chegadas ao ataque, a Grécia quase marcou no segundo tempo com Giorgos Samaras, que chutou para fora.

 
<p>Martin Palermo comemora gol na vit&oacute;ria da Argentina por 2 x 0 sobre a Gr&eacute;cia. REUTERS/Enrique Marcarian</p>