México espera revanche e estuda como deter Argentina, diz Franco

terça-feira, 22 de junho de 2010 19:08 BRT
 

RUSTEMBURGO, África do Sul (Reuters) - A seleção mexicana espera a revanche contra a Argentina e estuda a maneira de deter seu ataque na Copa do Mundo da África do Sul, disse nesta terça-feira o atacante Guillermo Franco.

O México perdeu de 1 x 0 para o Uruguai nesta terça-feira e ficou em segundo lugar no Grupo A do Mundial, atrás da "celeste", o que o coloca no caminho da Argentina, líder do Grupo B, em partida que será disputada no domingo.

"Veremos como frear seu ataque", disse Franco, atacante argentino nacionalizado mexicano.

"A Argentina tem um grande ataque. Não é só o que pode fazer Lionel Messi, que para mim é o melhor do momento."

O México tentará uma revanche da derrota nas oitavas de final do Mundial de 2006, quando a Argentina ganhou por 2 x 1 na prorrogação com um golaço de Maxi Rodríguez.

"O futebol sempre dá revanche. Esperamos que desta vez consigamos", afirmou Franco.

"Queríamos terminar em primeiro por tudo o que significava ganhar hoje. Mas tudo bem, nos classificamos, que era o importante. Agora haverá tempo para pensar no que vem", disse o atacante.

(Reportagem de Javier Leira)