Messi não se preocupa com falta de gols; Maradona pede fair play

terça-feira, 22 de junho de 2010 19:37 BRT
 

POLOKWANE, África do Sul (Reuters) - Apesar de ter tido diversas oportunidades nas três partidas da fase de grupos da Copa do Mundo, o astro da seleção argentina, Lionel Messi, garantiu na terça-feira que não está preocupado com a sua falta de gols no Mundial.

O jovem argentino, que com 22 anos tornou-se o capitão mais jovem da seleção, também não conseguiu anotar o seu na vitória por 2 x 0 sobre a Grécia, mas chegou a disparar um chute na trave.

"O fato de que não cheguei ao gol não me preocupa. Obviamente gostaria de poder converter mas, bom, não tem problema", disse Messi após a partida.

Acostumado a marcar vários gols pelo Barcelona, torcedores e a imprensa perguntam por que o atacante não conseguiu marcar nesta Copa, apesar de suas atuações terem sido importantes para a classificação invicta da Argentina às oitavas-de-final.

"Hoje, tive um homem em cima por 90 minutos... Acredito que o árbitro favoreceu o jogo sujo", disse.

Justificativa semelhante deu o técnico, Diego Maradona, que afirmou que Messi sofre uma marcação feroz e que muitas vezes faltas passam despercebidas pelos árbitros. Ele pediu aplicações mais duras dos juízes para evitar marcações excessivas em Messi.

"O famoso 'fair play' não existe. Se cada vez que Messi pega a bola o derrubam, para que estamos jogando?", disse um irritado Maradona, que defendeu o uso do cartão amarelo para que defensores evitem cometer faltas recorrentes sobre o mesmo jogador.

(Reportagem de Enrique Andrés Pretel)

 
<p>Atacante argentino Lionel Messi, que ainda n&atilde;o marcou nenhum gol pela sele&ccedil;&atilde;o na Copa do Mundo da &Aacute;frica do Sul. REUTERS/Radu Sigheti</p>